China tem grande queda no contrabando de marfim em 2016

China tem grande queda no contrabando de marfim em 2016
Foto ilustrativa / reprodução internet

A apreensão de marfim contrabandeado na China caiu 80% em 2016 em relação ao pico nos anos anteriores, informou domingo a Administração Nacional dos Recursos Florestais.  O vice-diretor Liu Dongsheng deu a informação durante a cerimônia de abertura de uma campanha de proteção da vida animal, mas não detalhou os números.

A China vai parar com o processamento e as vendas comerciais de marfim até o fim do ano. Em 2016, proibiu as importações por três anos em meio aos crescentes esforços contra o comércio ilegal de animais selvagens e plantas.

Os casos de tráfico de vida selvagem estão em declínio desde o ano passado, afirmou Liu.

No entanto, vem aumentando regularmente o número de espécies criticamente ameaçadas na China, incluindo pandas gigantes, íbis do Japão, jacaré do Yangtzé e antílopes tibetanos, afirmou.

A recém-emendada lei chinesa de proteção de animais selvagens entrou em vigor no começo deste ano, punindo com mais rigor o abate e a utilização ilegais de animais selvagens.

Por Xinhua

Fonte: CRI Online 


Nota do Olhar Animal: Quem compra ou usa peças feitas de marfim é diretamente responsável pelo que se vê na foto incluída nesta matéria.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.