Chitas, tigres e leões proibidos como animais de estimação nos Emirados Árabes Unidos

Chitas, tigres e leões proibidos como animais de estimação nos Emirados Árabes Unidos
Foto: Reuters

Ter grandes felinos como animal de estimação é um símbolo de status nos Emirados Árabes Unidos, em especial entre os magnatas do petróleo.
Graças à pressão de ativistas pelos direitos dos animais, quem mantiver em casa um animal selvagem arrisca agora pena de prisão ou multa de 700.000 dirham (cerca de 65.552 euros).

A lei tem efeito imediato e as autoridades estão a exigir aos donos de animais exóticos que os entreguem as autoridades, conta a CNN.

Por Carolina Rico 

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.