Chuva controla incêndio próximo ao Santuário de Elefantes

Chuva controla incêndio próximo ao Santuário de Elefantes
Situação foi controlada pela chuva. (Foto: redes sociais)

O incêndio que ameaçava danificar parte do Santuário de Elefantes Brasil, para onde a elefanta Bambi foi transferida no início do mês, começou a ser controlado pela chuva e perdeu a intensidade entre domingo (11) e segunda-feira (12).  

A instituição, localizada na Chapada dos Guimarães (MT), chegou a ser atingida por alguns focos na sexta (9), mais precisamente na ala norte do complexo, e precisou ter seu plano de contingencia colocado em prática às pressas.  

De acordo com Daniel Moura, biólogo e direto do Santuário, os cinco animais que ali vivem precisaram ser transferidos para recintos próximos ao centro veterinário, mas tiveram as rotinas mantidas normalmente.  

“Elas estão ótimas […]. A área de segurança possui mais de 20 mil metros quadrados com farta vegetação e alimentação natural”, explicou.  

Também na segunda-feira (12), uma nota foi publicada pela própria instituição nas redes sociais e a saúde de Bambi e companhia reafirmada.  

“Felizmente começou a chover […]. As chuvas e as temperaturas mais baixas que as acompanham fazem com que todos os animais pareçam leves e suaves. Ontem à noite, fomos checar os elefantes e aproveitamos para levar um pouco de feno. Curiosamente Bambi escolheu comer seu feno na chuva, enquanto Mara e Rana moviam sob a copa das árvores e arbustos para comer em um local mas seco”, escreveu no Instagram.  

Sobre o tratamento exercido pelo Corpo de Bombeiros do Mato, além de equipes do Ibama que já analisaram a área queimada, o complexo disse que os profissionais “continuam aparecendo todos os dias”. A fiscalização do fogo deve ser mantida pelos próximos dias.  

Fonte: A Cidade ON

Embora todos os animais, galpões, casa e escritório estejam bem, ainda houve danos causados pelo incêndio na semana passada. Apesar da natureza catastrófica do incêndio, felizmente, não há uma catástrofe aqui.Os danos são limitados, mas ainda assim impactantes. Devido ao nosso plano de emergência e aos sistemas de backup que temos em vigor, voltamos a funcionar totalmente de imediato. Já fizemos alguns reparos de emergência que fazem com que cada dia pareça um pouco mais "normal", embora, no momento, pouco esteja normal. Estamos prevendo um aumento nas despesas e uma carga maior de trabalho pelo menos nas próximas semanas.Um dos itens mais urgentes no momento são os suprimentos para nosso sistema de água. Um total de 3 tanques de água derreteram no incêndio e precisarão ser substituídos. Felizmente, nosso sistema de reserva de água estava intocado e nossos quatro tanques de armazenamento de água de “emergência”, que montamos há dois meses, estão bem. Estamos usando nosso trator e caminhão-tanque para encher os tanques porque todas as canalizações, bombas e energia elétrica na fonte derreteram e precisarão ser substituídas. Havíamos discutido sobre o desejo de trocar a linha elétrica e mantê-la subterrânea, e agora o fogo nos forçou a agir.A maioria de nossas tubulações de água são subterrâneas. Eles ficam acima do solo em alguns locais para que possamos ter torneiras e fechamentos de água de emergência. O que estava acima do solo derreteu – estimamos a necessidade de substituir 150-200 metros de tubulação de água. Nossa equipe de manutenção está se concentrando em primeiramente fazer essa substituição. Nosso querido entregador semanal de frutas, legumes e vegetais, Benedito, que não costuma trabalhar nos fins de semana, entregou alguns tubos de água e válvulas de reposição no início da manhã de sábado, o que ajudou a começar os reparos imediatamente.Os incêndios mudaram algumas prioridades em nossa sempre longa lista de “coisas a fazer”. Além de nosso sistema de água, nosso reparo mais caro será próximo à casa e ao escritório. Embora as cercas dos elefantes sejam todas feitas de aço, as cercas em outros lugares não são. Nosso jardim queimou – e não apenas o jardim em si, mas a cerca ao redor dele, que o protege da vida selvagem, se foi. Alma, nossa anta cega residente com epilepsia, também mora em uma área cercada perto de casa. Seu curral é um antigo curral de vacas reformado, que consertamos de maneira emergencial quando a SEMA nos pediu para que ficássemos com ela. Sabíamos que precisaríamos substituí-lo em algum momento devido a danos causados por cupins, mas agora a parte de trás do curral foi queimada (ela está fechada com segurança na parte frontal) e precisa ser substituída imediatamente.Também fazemos reabilitação e soltura de animais selvagens em conjunto com a SEMA-MT. O fogo destruiu a metade posterio do curral que usamos para o processo de reabilitação e reintrodução (ninguém o estava ocupando no momento). Enquanto o incêndio em nossa propriedade foi prejudicial, há incêndios catastróficos a algumas horas daqui, no Pantanal. Recentemente, concordamos em fazer algumas reabilitações e reintrodções de pacientes queimados (veados, antas e possivelmente tamanduás) dos incêndios no Pantanal. Esses animais selvagens ainda não estão prontos para serem trasnferidos para o Santuário, pois eles ainda estão recebendo cuidados intensivos em clínicas, mas precisamos nos preparar para a chegada dos mesmos. Precisamos priorizar a substituição dessa cerca para ajudar os animais em extrema necessidade. Se eles não vierem para o Santuário, o local alternativo para eles é um zoológico.Em parte da área impactada pelo fogo, que terá um custo menor, planejamos começar a cultivar bambu e cana-de-açúcar para os elefantes – também em nossa lista de tarefas futuras, mas, mais uma vez, não seria inteligente não aproveitar o desmatamento da terra que ocorreu. Isso nos permitirá cultivar mais alimentos para os elefantes no local. Será uma pequena área e reduzirá custos no longo prazo, mas no curto prazo teremos que investir nas plantas e no tempo.Em termos de elefantes, estamos dando feno adicional para as meninas, devido à estiagem da estação seca, e agora também devido aos danos às palmeiras em todo o santuário. Como a maior parte do habitat das fêmeas asiáticas não foi afetada pelo fogo devido ao nosso plano de emergência, não esperamos que os custos com os cuidados dos elefantes aumentem muito, exceto por um aumento na alimentação suplementar.Normalmente, quando lançamos campanhas de arrecadação de fundos, temos metas e orçamentos em mente. Honestamente, não sabemos o valor monetário dos danos causados no incêndio neste momento, mas precisamos nos concentrar nos reparos imediatamente. Já estamos tendo gastos, substituindo e consertando nossas necessidades mais urgentes.Sabemos que é um momento difícil para muitos, mas também sabemos que muitos de vocês estão se perguntando como podem ajudar.Tudo o que está danificado terá custos para ser consertado ou substituído, mas é tudo superficial. Tudo o que precisava ser salvo foi salvo, o que é realmente tudo o que importa.Para aqueles que podem ajudar na nossa recuperação após o incêndio florestal, por favor, doe por meio da nossa campanha institucional. A menos que especificado de outra forma, todas as doações para nossa campanha institucional, nas próximas duas semanas, será dirigido para nossa recuperação após o incêndio.https://elefantes.colabore.org/institucionalNão conseguimos expressar o quão gratos nos sentimos por toda a ajuda que temos recebido – a entrega dos tubos de água de Benedito em uma manhã de sábado é apenas um dos exemplos. Nossos voluntários do SEB em todo o Brasil têm coordenado a ajuda sem parar nos últimos dias. Ficamos maravilhados com a bondade dos bombeiros e a demonstração de amor e apoio de nossos vizinhos e família do santuário. Tem havido um tremendo esforço para nos ajudar. Sabemos que a recuperação demandará muito tempo e custos, mas sabemos que a terra, os animais e a organização vão se recuperar.O vídeo mostra a vida que continua normal para os elefantes – Mara se coça em uma árvore ao lado de Bambi, que faz um lanche. Rana procura por guloseimas. Lady observa à distância. Maia não está na foto, mas ela estava no recinto 5. Somos gratos pelo habitat e as vidas de nossos residentes não terem sido substancialmente afetados.

Julkaissut Santuário de Elefantes Brasil Tiistaina 13. lokakuuta 2020

Gostaríamos de agradecer a todos que já doaram para nosso fundo de recuperação do incêndio. Essas doações, de todos os…

Julkaissut Santuário de Elefantes Brasil Keskiviikkona 14. lokakuuta 2020

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.