Chuva de granizo deixa sete aves marinhas mortas e duas feridas em Florianópolis; FOTOS

Chuva de granizo deixa sete aves marinhas mortas e duas feridas em Florianópolis; FOTOS
Chuva de granizo deixa sete aves marinhas mortas e duas feridas em Florianópolis. — Foto: Nilson Coelho/R3 Animal

As tempestades com granizo registradas no fim de semana em Florianópolis deixaram sete aves marinhas mortas e duas feridas na Praia do Sambaqui. A maioria sofreu fraturas nas asas e não resistiu aos ferimentos.

Os animais foram encontrados por moradores do bairro e encaminhadas para reabilitação entre segunda (15) e terça-feira (16). O atendimento é feito pela equipe da Associação R3 Animal, por meio do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).

As aves trinta-réis-bando sobreviventes seguem em tratamento nesta quarta-feira. Elas tiveram as asas enfaixadas e estão sendo monitoradas por veterinários. 

Maioria das aves estava com fraturas nas asas. Veterinários monitoram os dois animais sobreviventes. — Foto: Nilson Coelho/R3 Animal

O nome científico do trinta-réis-de-bando vem do grego Thalasseus (pescador do mar) e acuflavidus do latim (agulha amarelada em referência ao bico). As aves tem em média de 30 a 45 centímetros de comprimento e pesam entre 180 e 300 gramas.

As aves possuem a cabeça branca com nuca e auriculares enegrecidas, se alimentam de pequenos peixes, lulas e crustáceos. No Brasil, fazem ninhos do Espírito Santo a Santa Catarina e em colônias reprodutivas é possível encontrá-las com outras espécies.

Em caso de encontrar um animal ferido, ligue 0800 642 3341. O Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM/R3 Animal) fica localizado no Parque Estadual do Rio Vermelho. A unidade de conservação está sob responsabilidade do Instituto do Meio Ambiente (IMA), em parceria com a Polícia Militar Ambiental.

Animais estão sendo monitorados em Florianópolis. — Foto: Nilson Coelho/R3 Animal

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.