Cidade usará ração contraceptiva para controlar população de pombos

Cidade usará ração contraceptiva para controlar população de pombos
A prefeitura de Barcelona instala dispensadores com ração contraceptiva para os pombos (La Vanguardia)

A Prefeitura de Tarragona, o Ilustre Colégio de Advocacia de Tarragona (ICAT) e o Conselho de Advocacia Catalão (CICAC) concordaram em lançar um projeto piloto baseado em uma ração contraceptiva nas políticas de gestão da população de pombos da cidade na Catalunha.

O acordo contempla também a suspensão da captura de pombos em massa. Os três órgãos comprometeram-se a constituir uma comissão de monitoramento para manter o diálogo sobre a gestão da população de pombos na cidade e analisar sua evolução periodicamente. 

Captura de pombos em massa

A ONG Nova Eucària denunciou a Prefeitura de Tarragona e a de Reus à promotoria há alguns meses por “maus-tratos aos animais por seu sistema de captura e posterior extermínio de pombos, com o agravamento da crueldade”, indicou a instituição em seu comunicado.

Para a ONG, existe um “crime repetido impunemente e normatizado pelos órgãos competentes.” A instituição informa ainda que os pombos “são aves silvestres e nenhuma Prefeitura está autorizada a classificá-los como pragas”, sendo esta uma incumbência do Governo da Catalunha.

Tradução de Simone Sardinha de Brito

Fonte: La Vanguardia (Agências Tarragona)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.