Cientistas criam queijo real sem necessidade de leite animal

Cientistas criam queijo real sem necessidade de leite animal

INT queijoreal vegano imagem

Até hoje, para tentar criar queijo sem uma vaca que produzisse o leite era usada a soja, mas cientistas que se denominam “biohackers” dizem ter conseguido driblar a necessidade do animal para isso. O grupo diz ser capaz de criar queijo real, por meio de proteínas de leite reais, sem o envolvimento de vacas, cabras, ovelhas ou humanos. 

Para isso, o projeto Real Vegan Cheese (queijo realmente vegano), utiliza levedura para pão modificada geneticamente para transformá-las em pequenas fábricas de proteína de leite, que, misturada a água, açúcar vegano e óleo, forma um tipo de leite vegano. Assim, o processo de manufatura do queijo seguiria o tradicional, com um resultado que se assemelha a um laticínio comum

Os envolvidos estudam o genoma animal atrás de proteínas naturais de produção de leite, e o otimiza para utilização na levedura, sintetizando o DNA resultante do zero. O DNA, então é colocado nas células, onde o mecanismo celular produz proteínas reais devido aos genes implantados.

Para fazer o projeto decolar, o grupo tentava levantar US$ 15 mil no IndieGogo, site de financiamento coletivo, mas a meta já foi batida com quase um mês restante para o fim da campanha. Há alguns benefícios curiosos para os doadores: quem pagar US$ 2 poderá enviar uma mensagem para reclamar de quaisquer questões que considerar erradas sobre o assunto. Este texto será publicado e o grupo tentará esclarecer seus pontos. Outro benefício criativo para quem estiver disposto a doar US$ 10 mil é a oportunidade de ter o seu nome vinculado ao queijo.

Os resultados da pesquisa serão abertos, mas o grupo alerta que a fase de pesquisa e desenvolvimento poderá ser longa. Até a constatação de que o consumo é realmente totalmente seguro, o queijo será etiquetado como “não consumível por humanos”. Eles esperam conseguir, no entanto, sucesso suficiente para produzir um queijo puro, seguro e legalizado.

O grupo ainda diz que, para aqueles com intolerância a lactose, eles investigam a possibilidade de usar a levedura para tentar criar proteínas do leite humano para produção de queijo, mas eles reconhecem que nem todos terão o interesse.

Fonte: Olhar Digital

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.