Circenses entram em confronto com manifestantes pelos direitos dos animais na Califórnia

Circenses entram em confronto com manifestantes pelos direitos dos animais na Califórnia

Por Adario Strange / Tradução de Marli Vaz de Lima

california protestocirco1

O vídeo do encontro, a seguir, é de baixa qualidade, mas registra claramente um ambiente de circo, e mostra dois grupos de pessoas se enfrentando:

Embora nenhuma violência possa ser vista no vídeo, a NBC informou que os participantes identificados como artistas do circo e o apresentador se envolveram em uma briga violenta com os manifestantes.

No entanto, um manifestante descreve uma imagem diferente sobre o encontro. “Enquanto estávamos na propriedade, os empregados nos trancaram e não nos deixavam sair”, Nicholas Shaw-McMinn disse à NBC. “Eles agrediram vários manifestantes, alguns com armas.”

Shaw-McMinn, que descreve a si mesmo em sua página no Facebook como um “ativista da libertação animal” afiliado à DxE – Direct Action Everywhere (Ação Direta Em Todo os Lugares), afirma que os manifestantes estavam agindo de forma não violenta. Um vídeo enviado quarta-feira pelo grupo mostra uma manifestação anterior do lado fora do circo:

No vídeo, um homem vestido com uma jaqueta do Circo Ramos Bros. se aproxima dos manifestantes e tenta interromper um deles que está falando em um alto-falante, apontando um dedo para o seu rosto e xingando-o de “pedaço de mer…..” Pouco depois, o homem com a jaqueta do Ramos Bros. vai embora e, ao que parece, outros trabalhadores do circo chegam, empurrando as câmeras dos manifestantes para baixo e forçando-os a recuar.

california protestocirco2

A Tenente Vicki Cervantes, porta-voz do departamento de polícia de San Bernardino, disse ao noticiário Mashable que dois manifestantes foram acusados durante a discussão de sexta-feira. Um deles foi acusado de violência, e o outro de agressão com arma mortal, e foram presos. O manifestante preso por agressão foi encaminhado para a prisão de San Bernardino.

Um porta-voz da Direct Action Everywhere, Wayne Hsiung, respondeu com um comentário sobre uma postagem da Mashable em sua página do Facebook, lançada sábado. O manifestante acusado de agressão é Abraham Santamaria, de acordo com o grupo, que o descreve como “um homem gay e uma pessoa de cor que está sendo mantido em um ambiente de prisão extremamente hostil cuja fiança é de 50 mil dólares.”

A Direct Action Everywhere descreveu o incidente da sexta-feira como segue:

Os funcionários fecharam o portão, trancando os manifestantes no espaço público fora do circo, e começaram a atacar, a bater e a sufocá-los, inclusive jogando pelo menos dois manifestantes no chão e sufocando um deles tão rigorosamente que ele não era capaz de respirar. Um funcionário agrediu os manifestantes com uma lanterna. Outros agrediram e gritaram insultos homofóbicos a um homem gay, Abraham Santamaria, que era um dos organizadores da manifestação.

O Circo Ramos Bros. não comentou imediatamente.

A discussão da sexta-feira veio um mês após a companhia de circo mais famosa dos Estados Unidos, a Ringling Bros. e Barnum & Bailey Circus, ter anunciado que iria parar de usar elefantes como uma parte de seus shows.

Fonte: Mashable

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.