Colômbia: Vereadores de Bogotá aprovam realização de consulta popular sobre fim das touradas

Colômbia: Vereadores de Bogotá aprovam realização de consulta popular sobre fim das touradas

Tradução de Laura Dourado

Colombia plebiscito touradas

O Conselho de Bogotá autorizou a participação cidadã para definir, mediante plebiscito, a continuidade ou fim das corridas de touros na capital colombiana.

Os vereadores que se opuseram à realização da consulta são: Jorge Durán Silva e Armando Gutiérrez, do Partido Liberal; Roger Carrillo, do Partido Conservador; Sandra Jaramillo, do Partido de La U.

A decisão se deu depois de escutar as posições a favor e contra a consulta popular antitaurina.

A iniciativa foi impulsionada pela Administração Distrital e por movimentos cidadãos e protetores de animais, que destacaram que a prática taurina deveria acabar em Bogotá, já que constitui uma violação direta e contra os direitos dos animais.

Segundo a Secretária-geral da Prefeitura de Bogotá, Martha LucíaZamora, “não é contra a lei que a administração apoie uma iniciativa cidadã que se opõe expressamente à jurisprudência e à Constituição”.

Da mesma forma, a bancada em favor dos animais, composta por membros do Conselho de diversos partidos, se uniu à iniciativa cidadã e convocou junto com o Distrito uma assembleia extraordinária da Câmara, no dia 23 de julho, onde se escutaram as vozes de especialistas constitucionais, defensores dos animais, novilleros (aprendizes de toureiros), empregados da indústria taurina e pecuaristas.

Os taurófilos afirmaram que praças como a de Santa Maria foram feitas para os espetáculos taurinos e que essas práticas são uma tradição cultural para centenas de famílias e cidadãos. Porém, os protetores de animais argumentaram que a Corte Constitucional emitiu jurisprudência que se inclina para a proteção constitucional dos animais, e deixou claro que tal atividade não constitui uma prática cultural, já que a jurisprudência internacional, na qual a Colômbia está inserida, não contempla a tauromaquia como uma prática cultural.

Os bogotanos deverão se pronunciar sobre a seguinte pergunta: Você está de acordo, sim ou não, que se realizem corridas de touros e touradas em Bogotá?

Fonte: www.radiomacondo.fm

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.