Com 335 animais resgatados das inundações, abrigos de Cachoeirinha (RS) precisam de ajuda

Com 335 animais resgatados das inundações, abrigos de Cachoeirinha (RS) precisam de ajuda

Com 335 animais resgatados das inundações, na contagem desta terça-feira, os abrigos de Cachoeirinha precisam de ajuda.

Os animais resgatados estão passando por um momento delicado, afirma Cátia Prior, chefe do bem-estar animal. Todos os animais resgatados, foram desverminados, mas estão estressados por diversas razões, o que requer cuidados especiais e atenção constante.

São necessários medicamentos e materiais para curativos, como gazes, ataduras, compressas e pomadas cicatrizantes. Qualquer doação nesse sentido é bem-vinda.

Os animais estão sendo abrigados de um a dois por baia, dependendo da família e do temperamento de cada animal. Essa medida visa garantir o conforto e a segurança de cada um deles. Ressaltamos que, infelizmente, não é possível recolher todos os animais. No momento, estão sendo recolhidos apenas animais que têm tutor ou estão machucados e necessitam de atenção especial.

A alimentação dos animais é feita com rações, muitas delas recebidas por doações, e alternando com sachês para garantir uma dieta equilibrada. Até o momento, todos os animais abrigados estão cadastrados com seus tutores. A equipe está organizando um mapeamento dos animais em situação de rua para castração e acompanhamento veterinário.

Os serviços da Clínica 4 Patas seguem normalmente abertos para atendimentos de urgência para os animais resgatados das enchentes. Para doações ou mais informações sobre como ajudar, entre em contato com a Clínica 4 Patas pelo telefone (51) 3041-7198, que também é WhatsApp.

Neste momento difícil, toda ajuda é bem-vinda para garantir o bem-estar e a saúde dos animais, diz a chefe do bem-estar animal.

Fonte: Seguinte

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.