Com dívida de R$ 17 mi, Suipa luta para manter serviço de proteção animal

Com dívida de R$ 17 mi, Suipa luta para manter serviço de proteção animal
Suipa abriga, atualmente, 4.530 animais abandonados, entre cães e gatos (Foto: Marcelo Regua/ Metro Rio)

“A expectativa, daqui para  frente, que também é meu sonho e objetivo, é fazer da Suipa uma referência, um modelo de abrigo. Isso requer muito trabalho e dinheiro. Mas nós vamos conseguir.” É com todo esse otimismo, que o pernambucano Marcelo José Mattos Marques, 54 anos,  encara a missão de ser o novo presidente da Sociedade União Internacional Protetora de Animais, em Benfica, e assumir as inúmeras dificuldades da entidade. Ele, que é ilustrador e há 15 anos produz os desenhos do site e o material de divulgação da Suipa, assumiu recentemente o cargo após a morte de Izabel Nascimento, a Bebel da Suipa, em agosto.

Apesar de a Suipa ser a maior e mais antiga instituição do Rio que abriga animais de rua, há 71 anos em funcionamento, os problemas são muitos: uma dívida acumulada com o Governo Federal já está em cerca de R$ 17 milhões, e despesas com fornecedores atualmente estão em aproximadamente R$ 70 mil. Já os salários dos quase 150  funcionários, que estavam há três meses sem receber, estão sendo pagos. “O problema financeiro da Suipa é sério. Mesmo que eu tenha todas as dívidas zeradas, é uma loteria todo fim do mês, porque a gente não produz: nós vivemos de doações. Pago os salários ou compro comida para os animais? É muito difícil”, observa Marcelo.

Superlotação

Enquanto o novo presidente da entidade fala de seus planos, a vira-latas Rose, de 3 anos de pura fofura e carência, olha para a repórter e dá o bote faceira: sacode o rabo numa felicidade só, sobe no colo e faz cara de “me leva”!. A cadelinha é um dos 4.530 animais abrigados na Suipa, entre cães e gatos, de raça ou sem raça definida, que estão à espera de um dono [veja alguns desses ‘menores abandonados’ na página ao lado.]

Quem sabe, Rose não terá logo a mesma sorte da vira-latas Laís, que encantou à primeira vista a dona de casa Delma Campagnac, 72 anos, moradora de Vila Isabel: “Minha neta pediu um cão adotado na Suipa. Mas, também decidi adotar, porque assim tiramos um animal do sofrimento. Darei amor à Rose e espero que meu gesto incentive mais adoções”, conta.

A superlotação de animais, aliás, é um problema rotineiro. “Infelizmente, é grande o número de animais abandonados semanalmente aqui. Enquanto que, o número de adoções, é bem inferior”, lamenta a supervisora veterinária Raquel Rocha, 34 anos.

“Esse é um problema que sempre vai existir, então, um dos nossos projetos é começar a trabalhar com escolas e educar as crianças sobre o relacionamento humano com animais”, adianta Marcelo.

Campanhas têm ajudado  a arrecadar ração

Segundo o advogado Reynaldo Velloso, presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (CPDA/OAB-RJ), a Suipa reconquistou o título de Utilidade Pública Federal. O próximo passo é obter o título de Filantropia e seguir na luta pelo perdão da dívida com o Governo Federal – em 1995, a Suipa perdeu os dois títulos, que a tornava isenta de pagar impostos ao INSS Patronal. Desde então, a dívida foi se acumulando, e hoje está estacionada em R$ 17 milhões.

“Entendemos ser necessário, no momento, uma maior flexibilização das adoções de animais na instituição. Nossa sugestão é que a entidade deva focar prioritariamente no seu hospital veterinário e no programa de castrações. Medidas administrativas para diminuição de custo também devem ser adotadas para ter viabilidade financeira e operacional”, comenta o advogado.

Aliás, a clínica veterinária da Suipa tem preços mais em conta:  consulta por R$ 40, vacinas a R$ 50 e esterilização a R$ 60. E dívidas à parte, campanhas têm sido realizadas para arrecadar ração e incentivar a adoção – diariamente, os animais abrigados consomem 1,5 tonelada de ração.

As próximas campanhas acontecem nos dias 5, 19 e 26/11, na rua do Russel, na Glória (em frente ao antigo prédio da TV Manchete).

rj_com_divida_17_mil_suipa_luta_continuar_servico_protecao_animal_2

rj_com_divida_17_mil_suipa_luta_continuar_servico_protecao_animal_3rj_com_divida_17_mil_suipa_luta_continuar_servico_protecao_animal_4

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.