Com leite que não é de vaca no serviço de bordo, empresa aérea ganha prêmio de ativistas

Com leite que não é de vaca no serviço de bordo, empresa aérea ganha prêmio de ativistas

A Delta Air Lines foi agraciada com o prêmio Compassion on Board pela PETA por ser a primeira companhia aérea a oferecer creme vegano em todos os seus voos a partir dos EUA. A medida, que visa a causar impacto positivo na indústria de laticínios e proteger as vacas e seus bezerros, foi recebida com entusiasmo pelo grupo ativista.

Segundo a entidade, a inclusão do leite de aveia nos voos da Delta “é um ato de compaixão não apenas para com os animais, mas também para com os milhões de americanos que seguem uma dieta livre de lácteos por questões éticas, ambientais ou de saúde”.

A vice-presidente executiva da PETA, Tracy Reiman, parabenizou a companhia aérea e incentivou outras empresas do setor, como a Southwest e a American, a seguirem o mesmo exemplo.

De acordo com a PETA, a busca por alternativas ao leite de origem animal tem crescido consideravelmente nos últimos anos, ao passo que o consumo de leite tradicional tem caído 40% nas últimas cinco décadas. Isso se dá, principalmente, pelo descontentamento dos consumidores com a forma como as vacas são tratadas na indústria leiteira, sendo forçadas a produzir leite e tendo seus filhotes arrancados delas para atender à demanda humana.

Além do aspecto emocional, a PETA ressalta que a intolerância à lactose também é uma realidade enfrentada por milhões de americanos, incluindo grande parte da população asiático-americana, indígena e negra.

A PETA, por sua vez, comemora a conquista e segue incentivando outras empresas a adotarem medidas semelhantes em nome da compaixão e do bem-estar animal.

Com leite que não é de vaca no serviço de bordo, empresa aérea ganha prêmio de ativistas

Por Carlos Ferreira

Fonte: Aeroin