Com população de 40 mil gatos, tutores chegam às 3h no CCZ para mutirão com 500 vagas de castração em Campo Grande, MS

Com população de 40 mil gatos, tutores chegam às 3h no CCZ para mutirão com 500 vagas de castração em Campo Grande, MS

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) abriu, neste feriado, agenda extra para marcar a castração de felinos. Normalmente a marcação é feita com a distribuição de senhas no dia 20 de cada mês. Nesta quinta-feira (15), os tutores de gatos madrugaram no local, sendo que os primeiros chegaram por volta das 3h.

A população de gatos, em Campo Grande, é de cerca de 40 mil animais, de acordo com dados da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) em junho deste ano. Conforme funcionários do CCZ, a distribuição das 500 senhas começou às 7 horas e todas as vagas foram preenchidas em cerca de 3 horas. Para passar pela castração é necessário que o animal tenha mais de seis meses e mais de dois quilos.

Adriana Aluchna Melgarejo de Andrade conseguiu a senha 492. Ela conta que tem três gatos machos e vai realizar procedimento em dois deles. “Dá muito trabalho e a população é muito grande”, diz.

Suelem Martini e Guilherme Fioresi da Silva Moraes também conseguiram uma das senhas “devolvidas” para a gatinha. Menores de idade tentaram fazer o cadastramento, mas, não é permitido e as senhas tiveram que ser devolvidas. “Ela já teve uma primeira cria e decidimos castrar para evitar mais reprodução”.

Como fazer o agendamento

Senhas para agenda extra de castração foram esgotadas em poucas horas (Fotos: Marcos Ermínio)

Na data do agendamento, o interessado deverá comparecer ao CCZ munido de um documento pessoal com foto.

No ato do agendamento, o tutor e orientado a entrar em contato com o CCZ por telefone em um prazo de até 5 dias para fornecer dados extras e receber as orientações sobre o procedimento. É necessário pagar a guia da microchipagem e levar a caixinha de transporte.

No dia agendado deverá levar o animal até o CCZ no horário repassado no ato do agendamento e ele será liberado no dia seguinte também em horário previamente comunicado.

O animal castrado sai microchipado, vacinado contra raiva e com uma receita com medicações que devem ser administradas e outras orientações.

Por Wendy Tonhati e Carlos Yukio

Fonte: Midiamax

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.