Comerciantes arrecadam alimentos e casinhas para cães de rua em Itapeva, SP

Comerciantes arrecadam alimentos e casinhas para cães de rua em Itapeva, SP
Cães de rua são ajudados por comerciantes em Itapeva, SP (Foto: Reprodução/TV TEM)

Sensibilizados com a situação dos cães abandonados que vivem nas ruas, os comerciantes da área central de Itapeva (SP) se juntaram para arrecadar dinheiro e comprar alimentos e casinhas para os animais. Segundo eles, a ação faz parte de uma campanha que doará as moradias para a Associação dos Amigos Itapevenses Protetores dos Animais (Aaipa).

Empresária deixa aviso para que moradores não mexam na ração (Foto: Reprodução/TV TEM)
Empresária deixa aviso para que moradores
não mexam na ração (Foto: Reprodução/TV TEM)

A empresária Maria Aparecida Siqueira é uma das comerciantes que decidiram se mobilizar. Ela conta que, além de arrecadar dinheiro para a Associação, deixa potes com água e ração na fachada do seu estabelecimento para que cães possam se alimentar e beber no local. Até avisos são deixados para que ninguém mexa nas vasilhas.

“Já que a gente não consegue pegar todos e levar para a casa, eu acho que alguma coisa precisa ser feita sobre isso. Aqui em Itapeva tem uma quantidade grande de animais abandonados. Eles sentem fome, sede e, como eu amo os animais, achei legal colocar água e ração na frente da loja”, comenta.

A farmacêutica Rafaela Gemignani também  trabalha no Centro e relata que todos os funcionários da farmácia se preocupam com os animais. De acordo com ela, água e alimento também são deixados para os cães na rua.

“Eles têm horário fixo. Como sempre andam em bando, eles vêm juntos. E é muito bonitinho, porque um espera o outro para comer. Então, há um respeito bem bacana. E eles pedem ração quando não tem no pote e depois agradecem”, explica.

Para ajudar a Aaipa, Rafaela conta que a farmácia desenvolveu um produto para vender e reverter o dinheiro para a Associação. “É um creme que todo mundo gosta e que fizemos em um tamanho maior. Toda a venda ajuda a Aaipa. Lá, eles têm vários cães e gatos. Na parte de ração uma empresa os ajuda, mas tem muita coisa que eles precisam”, pondera.

Conforme a presidente da Aaipa, Ana Maria Pereira, a iniciativa dos comerciantes é muito importante, mas ainda é preciso que mais pessoas ajudem. “A gente pede aos outros que ainda não aderiram a essa campanha que tomem essa iniciativa. A Aaipa não tem como recolhê-los porque é limitada em espaço físico, financeiramente e também quanto à manutenção no local. Então, se cada um fizer um pouquinho na rua, já ajuda os animais”, finaliza.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.