Como um rapaz na Índia usou o Twitter para pegar o homem que envenenou 15 cachorros abandonados

Como um rapaz na Índia usou o Twitter para pegar o homem que envenenou 15 cachorros abandonados

Um apaixonado amante de cães, Dushyant Singh, vinha alimentando os cães de rua e cuidando de seus problemas de saúde por quase um ano.

Por Vishakha Saxena / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Na tarde do dia 6 de maio, o residente de Mumbai – Índia, Dushyant Singh, de 20 anos de idade, voltava da faculdade para casa e encontrou um segurança perturbado. Ele informou Singh que um dos seus amados cães de rua – o branco – tinha morrido.

O que Singh e seu vizinho Shubhang Sharma descobriram depois disso foi uma cena terrível a qual ele ainda não conseguiu aceitar – 15 cães mortos envenenados, incluindo a mãe de sete filhotes com somente 15 dias de vida. Outros sete cães estavam desaparecidos.

“Um deles ainda estava lutando para sobreviver, eu o levei para o veterinário, mas no caminho eu o perdi também”, Singh disse ao jornal India Today. Ele sabia logo que eles tinham sido envenenados – eles estavam espumando pela boca. Singh, os membros de sua família e Sharma então retornaram para o local para coletar os corpos e fazer uma denúncia à polícia.

Um apaixonado amante de animais, Singh vinha alimentando os cães de rua e cuidando de seus problemas de saúde por quase um ano.

Afortunadamente, o grupo encontrou uma câmera de segurança no bairro que mostrou Shyamlal Badal, um açougueiro local, supostamente dando carne envenenada para os cães.

O açougueiro de 60 anos de idade, entretanto, negou as acusações.

Esse era somente o começo das frustações de Singh. Vizinhos permaneceram indiferentes e a polícia inicialmente se recusou a abrir o boletim de ocorrência. Quando eles finalmente fizeram algo, acabaram mandando Badal para casa por falta de testemunha. Ele deveria retornar para a delegacia no dia 9, e estava nas mãos de Singh e seus amigos e familiares encontrar alguma prova ligando Badal ao crime.

O grupo conseguiu sua segunda pista quando encontraram a sacola na qual Badal supostamente carregou a carne com veneno. “A câmera de segurança o filmou jogando a sacola em um lugar, então nós corremos e tivemos sorte de encontrar a sacola lá”, ele diz. Eles até mesmo conseguiram testemunhas cujas identidades estão sendo protegidas.

Um pouco depois da meia-noite, Singh (@De****tiveHumor) usou o Twitter para expressar sua angústia. “Ficaram somente os filhotes de 15 dias de vida. Se você não pode alimentá-los, pelo menos não os mate. Eles não fizeram nada para você. Humanidade é um mito agora”, ele escreveu. Enquanto alguns usuários o abusaram verbalmente e o acusaram de espalhar histórias falsas, os tweets de Singh acabaram chamando a atenção.

Alguns dias após o incidente, um veterinário fez a autópsia e declarou que os cães tinham sido envenenados por carne contaminada com pesticida. Pawa India – uma ONG dos direitos e do bem-estar dos animais – também se uniu aos seus esforços e juntos eles enterraram os 15 cães de rua. Singh ainda está procurando os outros sete.

De acordo com um relatório do noticiário Midday, Badal disse a alguns residentes que ele tinha matado aos cães porque eles atacaram suas cabras e porcos.

Singh acredita que esta não é a primeira vez que Badal provocou uma matança em massa de cães. Ele alega que Badal matou “mais de 50 cães” em Sai Baba Nagar – uma localidade a dois quilômetros de Mira Road, onde Singh mora – em janeiro deste ano. “…Cães lá morreram do mesmo jeito”, ele diz. “Eu vi alguns corpos e saí de perto”, ele acrescenta.

No dia 9, Singh postou no Twitter duas fotos de Badal. Uma delas mostrava o açougueiro com as mãos nos ouvidos – “ele estava pedindo desculpas para nós, isso foi quando ele veio à delegacia no dia 7”, diz Singh. Oficialmente, entretanto, Badal negou qualquer papel no incidente. 

Dushyant Singh trabalhou duro para fazer justiça pelos cães de rua. Ele até está tentando fazer com que os filhotes sejam adotados, mas o que ele viu foi inesquecível. “Eu nunca tinha visto tantos corpos em toda minha vida, eu tenho somente 20 anos de idade”, ele diz. 

Fonte: India Today

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.