Foto: SALVADOR SAS | EFE

Comovente: cadela reconhece o corpo de seu filhote carbonizado durante incêndios na Espanha

Montanhas devastadas, casas calcinadas, propriedades destruídas… Mostram uma paisagem devastadora e especialmente dura para aquelas pessoas que perderam tudo nos incêndios que assolaram o norte da Espanha e especialmente a Galícia.

Esta imagem é especialmente comovente ao demonstrar como esta mãe canina leva em sua boca o cadáver calcinado de seu filhote após o incêndio florestal de Chandebrito, em Nigrán. Não pode protegê-lo das chamas, mas o procurou até encontrar seus restos, que ela reconheceu apesar da ação do fogo.

Tradução de Flavia Luchetti

Fonte: La Voz de Galícia


Nota do Olhar Animal: Além da predação, da fome e de outras situações negativas, os incêndios florestais provocam a morte extremamente dolorosa de uma infinidade de animais, especialmente dos silvestres, mas afetando também os domésticos do entorno, como este filhote de cão, registrado em uma foto tocante. É uma obrigação moral humanos intervirem sempre que possível para minimizar ou evitar que animais de QUALQUER espécie passem pelo que passou este bebê canino e mesmo sua mãe. Pouco importa se o incêndio foi natural (causado por um raio, por exemplo) ou por ação humana, o sofrimento dos animais silvestres será o mesmo que o destes cães, independentemente de quem ou do que lhe causou o dano.