Comovente foto mostra o grande impacto de até mesmo o menor pedaço de plástico

Comovente foto mostra o grande impacto de até mesmo o menor pedaço de plástico

Por Kate Good / Tradução de Alda Lima

Pode ser fácil esquecer o impacto do nosso lixo plástico. Gostamos de plástico porque ele torna nossa vida incrivelmente conveniente. Se quisermos um canudo para nossa bebida, podemos simplesmente pegar um e jogá-lo fora quando terminarmos. Se estivermos com sede, podemos simplesmente entrar em uma loja e pegar uma garrafa de água de plástico, e em seguida jogá-la fora quando não se tem vontade de carregá-la por mais tempo. No grande esquema das coisas, esses pequenos itens descartáveis ​​dificilmente parecem estar tendo um impacto terrivelmente negativo sobre o mundo ao nosso redor — mas é exatamente essa mentalidade que criou um problema tão grande.

Todos os anos, despejamos um total de 8,8 milhões de toneladas de plástico nos oceanos do mundo. Não só esta é uma enorme quantidade de detritos para colocar nos oceanos, como também o plástico nunca realmente desaparece. Ele se quebra em pedaços cada vez menores ao longo do tempo, mas só porque ele fica menor não significa que seja menos prejudicial para os animais marinhos.

Esta comovente foto do Turtle Conservancy Sea mostra exatamente como até mesmo o menor pedaço de plástico pode causar danos indevidos à vida marinha.

Foto impacto pedaco plastico

De acordo com a postagem do Sea Turtle Conservancy em seu Facebook, esta pequena tartaruga foi descoberta em uma praia logo após nascer. Este pequeno ser saiu do ninho, mas infelizmente ficou preso em um pequeno anel de plástico. Voluntários acreditam que ele se esgotou depois de tentar andar com o peso do anel de plástico em seu pescoço e, finalmente, faleceu.

Esta é uma história incrivelmente triste, considerando o fato de que quase todas as espécies de tartarugas marinhas são atualmente consideradas ameaçadas de extinção. O pobre filhote nesta foto é apenas um dos milhares de animais marinhos que encontram restos plásticos todos os dias, e seu destino é, infelizmente, a norma entre a vida marinha.

Atualmente estima-se que 700 espécies marinhas estejam em perigo de extinção diretamente devido à ameaça que o plástico representa para eles na forma de ingestão, enredamento e poluição. Embora isso possa parecer uma estatística extremamente preocupante, a boa notícia é que todos nós temos o poder de ajudar. A poluição com plástico começa com a gente, portanto, podemos optar ou por contribuir para a destruição contínua dos oceanos do mundo e espécies marinhas, ou podemos escolher acabar com ela.

Como organização líder na vanguarda do movimento de consumo consciente, a One Green Planet acredita que reduzir o uso de plásticos diariamente em nossas vidas não é desistir de alguma coisa ou sacrificar a conveniência, e sim aprender a colher o máximo benefício dos itens que você usa todos os dias enquanto provoca o mínimo impacto.

Fonte: One Green Planet

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.