Comunidade se une e aluga casa a uruguaio que perdeu trailer e teve cães mortos em Gravataí, RS

Comunidade se une e aluga casa a uruguaio que perdeu trailer e teve cães mortos em Gravataí, RS

Com dinheiro de doações, grupo pagou caução de residência e aluguel. Mudança ocorreu na quarta-feira e estrangeiro não disfarçou alegria.

Uma comunidade se uniu para garantir uma nova moradia a um uruguaio, que perdeu seu trailer – onde vivia com 12 cães. O incêndio ocorreu no último domingo em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Com dinheiro arrecadado com doações, o grupo conseguiu alugar uma casa e ainda pagar o caução exigido pela imobiliária.

A moradia tem dois quartos e amplo pátio para os cães que sobreviveram ao incêndio. Entretanto, o endereço não é revelado. A dona de casa e protetora de animais Márcia Rejane Becker teme um novo ataque e ainda que a casa passe a ser um novo ponto de abandono de cães em Gravataí.

Logo após o incêndio, Márcia procurou o uruguaio Juan Antonio Alvarez La Casa. “Eu fiquei muito chocada com a situação. Me comovi bastante.” Ao chegar ao que sobrou do trailer, encontrou um grupo de dez pessoas dispostas a ajudar. Pelas redes sociais, o grupo pediu doações e o dono de uma academia se dispôs a alugar a casa em seu nome para o estrangeiro.

Na quarta-feira (13), La Casa se mudou para a nova moradia. “Ele estava muito feliz ontem (quarta-feira). Ele dizia que queria tomar banho quente e dormir em uma cama quente.” Agora o grupo de moradores espera arrecadar um pouco mais de dinheiro para montar a residência. “Ele tem uma aposentadoria, mas não sabemos muito bem quanto é”, diz Márcia.

Doações podem ser feitas na conta poupança de Marcia Rejane Becker na Caixa Econômica Federal (CEF). A agência é 2284, operação 013 e conta 7978-5.

RS Gravatai uruguaiojuan 2

Latido de um dos cães alertou uruguaio

O incêndio ocorreu no dia 10 de julho. Quatro animais morreram e um ficou ferido.O uruguaio Juan Antonio Alvarez La Casa conta que o latido de um dos cães o alertou que algo estava acontecendo e que, quando abriu a janela, uma pessoa tentou colocar fogo em seu corpo.

“O Picucho, que é muito esperto, ele começou a latir e deu o sinal para os outros, os outros começaram a latir. Aí abri a janelinha do trailer e, quando vi o cara na minha frente com um galão de gasolina e uma varinha para botar fogo. Tentou me pegar aqui assim [mostra a gola] e eu disse ‘que é isso?’, conta Juan.

“Essa situação nunca tive, não imaginava e fugi. Mas meu cachorros ficaram dentro. Fui gritando ‘socorro, socorro’. Não tinha ninguém na rua”, completa.

Ele morava em um trailer estacionado em um terreno na cidade há cerca de dois anos, e conta que, neste ano, já havia sido ameaçado três vezes para deixar o local. Juan não sabe quem é o dono do terreno. O uruguaio diz que queria alugar a área.

Ele vendeu tudo o que tinha para voltar ao país de origem, mas conta que não teve coragem de deixar os cachorros para trás. Agora, vai procurar outro lugar pra morar. Durante todo o domingo, Juan recebeu doações de vizinhos para ele e para os cães que sobreviveram ao incêndio.

RS Gravatai uruguaiojuan 3

Fonte: G1

MAIS NOTICIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.