Convênio veterinário realiza cirurgia ortopédica gratuita em cães e gatos em Campo Grande, MS

Convênio veterinário realiza cirurgia ortopédica gratuita em cães e gatos em Campo Grande, MS
Divulgação, PMCG

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) firmou, em março deste ano, um convênio com a Subea (Secretaria de Bem-Estar Animal), que permite atendimento ortopédico para cães de gatos, de forma gratuita. Além de consultas e exames, os animais têm direito a realizarem cirurgia e atendimentos de emergência.

É o caso da cadelinha Paçoca, que foi encontrada por sua tutora, Larissa Fidelis, com fraturas na parte inferior do corpo e desnutrição. “Quando a vi, ela estava muito magra e percebi que ela havia sofrido algum trauma na parte inferior do corpinho. Naquele momento, eu sabia que se eu não a tirasse de lá, ela ficaria à deriva e provavelmente morreria”, relatou.

Larissa, comovida com a situação, resgatou o animal e pediu indicações para amigos de onde levá-la para ser atendida. A Subea foi indicada pelos seus conhecidos. “Eu já tinha ouvido falar, mas não sabia que faziam esse tipo de atendimento”, conta a tutora.

De acordo com o médico veterinário, Edvaldo Sales, Paçoca chegou com um quadro de desidratação e anemia muito fortes, além de fratura na bacia e em um dos membros inferiores, comprovados por raio-X. A cadela foi encaminhada para o hospital veterinário da UFMS, por meio do convênio, onde recebeu cuidados até ter condições de realizar a cirurgia. “Eles chegam bem debilitados, com os parâmetros bioquímicos bem alterados, e não aconselhamos fazer nenhum tipo de intervenção cirúrgica nessa situação”, acrescentou o veterinário.

Cadelinha Paçoca passou por cirurgia, e segue em recuperação. (Divulgação, PMCG)
Cadelinha Paçoca passou por cirurgia, e segue em recuperação. (Divulgação, PMCG)

Após três semanas de cuidados, Paçoca pôde fazer a cirurgia, e agora está de repouso, para melhor recuperação. A cadelinha foi oficialmente adotada por Larissa. “Agora ela tem uma família e todo amor do mundo”, concluiu.

Atendimentos SUBEA

A Subea disponibiliza 15 senhas pela manhã, a partir das 7h30, e 15 senhas à tarde, a partir das 13h. Os atendimentos ocorrem às segundas, terças, quintas e sextas-feiras. Para participar dos programas oferecidos, o tutor interessado deve apresentar o número do NIS, documento com foto e comprovante de residência.

Às quartas, a equipe realiza atendimentos exclusivos a ONGs e protetores independentes. Para mais informações o tutor interessado pode ligar no 2020-1397.

Por Monique Faria

Fonte: MidiaMax

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.