Cooperação entre israelenses e palestinos pelos animais

Cooperação entre israelenses e palestinos pelos animais

Um abrigo de animais palestino, que corre o risco de fechar devido à falta de fundos, está recebendo doações de israelenses e organizações israelenses para que possa continuar com suas operações; ‘No nosso ponto de vista, um cão é um cão em qualquer lugar’.

Por Elior Levy / Tradução de Alice Wehrle Gomide

O primeiro abrigo de cães fundado na Autoridade Palestina com a ajuda de uma residente de Beit Sahour, está correndo perigo de fechar e agora está pedindo aos ativistas israelenses que ajudem com a doação de fundos através do website Headstart. Os recursos são necessários para fornecer assistência aos animais abandonados, especialmente na Palestina, onde o investimento nessa questão é quase inexistente.

Diana, a residente palestina de Beit Sahour, perto de Belém, fundou sozinha o abrigo de cães no ano passado para lidar com os muitos cães abandonados que vivem na Palestina. Diana nunca imaginou que a tarefa que ela se comprometeu a fazer – resgatar cães e gatos abandonados – seria tão complexa. Ela não tinha dinheiro para fundar as operações diárias requeridas para cuidar dos animais e tinha dívidas com os construtores que ajudaram a construir o abrigo.

Diana disse, “A comida que eu recebo todos os dias para os cães é a sobra dos salões de eventos em Belém. Eu preciso de uma quantidade enorme disso porque são 60 cães no abrigo”.

Ela também se deparou com outro problema, pois poucos palestinos vão ao abrigo para adotar os animais. Isso a motivou a organizar uma iniciativa de adoção em Israel que foi realizada em Herzliya em conjunto com outra agência de adoção em Israel.

E mesmo quando os cães são adotados pelos palestinos, Diana acrescentou, “Eu também vou e visito os cães que foram adotados para garantir que eles estão em boas condições”.

O tratamento veterinário para os animais é realizado em Israel porque a Palestina não possui as instalações adequadas para realizar procedimentos complexos. Todo o manejo e transporte dos animais para Israel para que sejam tratados é pago por Diana.

Israel cooperacao palestina pelos animais2

Israel cooperacao palestina pelos animais3

A fim de ajudar Diana, a organização israelense de direitos e bem-estar dos animais, PTORA, decidiu fazer uma doação para Diana via Headstart de 50 mil shekels (cerca de R$ 43.000). A organização prometeu garantir que o dinheiro doado chegue até o abrigo e irá supervisionar como este é gasto. Um valor considerável já foi angariado, mas as doações só serão aceitas até 31 de agosto.

Yoram Erez, presidente da PTORA, acrescentou, “No nosso ponto de vista, um cão é um cão em qualquer lugar e, portanto, nós decidimos ajudar. Diana é um feixe de luz por causa de suas atividades corajosas. Nós devemos fazer tudo o que pudermos para ajudar seu abrigo. No momento, as doações no Headstart podem ajudá-la a respirar um pouco. Nós esperamos ser capazes de fornecer um abrigo de animais moderno no futuro. Eu espero que as pessoas vão além da realidade e vejam que esses cães amam e se importam”.

Diana também acrescentou uma mensagem pessoal para aqueles que doaram, dizendo: “Eu quero agradecer do fundo do meu coração a todos que doaram para o abrigo, em nome de toda a equipe que trabalha aqui. O valor que estamos pedindo para levantar é o mínimo necessário para pagar dívidas e garantir que a operação do abrigo continue”.

Fonte: Y Net

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.