Coordenadoria de Defesa à Vida Animal dá orientações sobre fogos de artifício

Coordenadoria de Defesa à Vida Animal dá orientações sobre fogos de artifício
Foto: Arquivo Secor / Isabela Carrari

A tradicional queima de fogos nas festas de final de ano não precisa ser sinônimo de estresse e medo para os animais de estimação. Com alguns cuidados básicos é possível reduzir os sustos e evitar que eles se machuquem ou fujam.

Confira, abaixo, algumas recomendações da Coordenadoria de Defesa à Vida Animal (Codevida), órgão da Prefeitura:

=> Deixe os animais em um ambiente tranquilo, como um quarto, com som de tevê e lugares onde possam se esconder.

=> Retire os potes de comida, deixando apenas o de água.

=> Deixe uma peça de roupa do dono para que o animalzinho sinta o cheiro e se acalme.

=> Cuidado com janelas abertas. Em momentos de pânico, os animais podem se atirar.

=> Quem preferir pode procurar um veterinário para solicitar uma medicação calmante, que poderá ser administrada algumas horas antes da meia-noite.

=> Não deixe os animais presos com correntes e nem no quintal.

=> Mantenha a calma. Procure passar uma sensação de tranquilidade e serenidade. Pessoas agitadas e nervosas não ajudam o animal.

Fonte: Prefeitura de Santos 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.