Costa Rica: Milhares marcham exigindo aprovação de lei contra maus-tratos

Costa Rica: Milhares marcham exigindo aprovação de lei contra maus-tratos

Por Juan Diego Salas / Tradução de Alice Wehrle Gomide

costarica marchamaltrato1

Com uma enorme convocação, pessoas, organizações, autoridades do governo e animais participaram da Sétima Marcha Nacional contra o maltrato animal no centro de San José, na Costa Rica.

O protesto começou no Parque Central e seguiu até o Parque da Democracia, pedindo ao governo, através da Assembléia Legislativa, que insista no compromisso feito na campanha para aprovar a reforma da lei de proteção animal.

Mariam Ortega, representante do Pro Bienestar Animal, indicou a urgência na aplicação de penas de prisão aos agressores de animais, considerando a quantidade de casos ocorridos nos últimos meses.

Durante a atividade, mais de 3 mil vacinas foram aplicadas gratuitamente, além da exposição de diferentes empresas, passarela canina, concurso, e um show com o grupo Fusión.

A vice-presidente Ana Helena Chacón e a ministra de educação, Sonia Marta Mora, participaram da marcha acompanhadas de seus animais de estimação.

Chacón pediu aos deputados para verificarem a quantidade de moções necessárias para esse projeto de lei, porém, não garantiu sua aprovação, já que depende do Congresso.

Já a Ministra de Educação disse que atualmente está sendo elaborada uma proposta para incluir no currículo de estudo das escolas e colégios o tema do bem estar animal, especialmente nas modificações realizadas nos programas de Ciências.

Também foram incluídas aulas sobre a responsabilidade e cuidado dos animais de estimação, e de espécies silvestres.

O MEP também planeja um plano piloto para incluir o bem estar animal nas opções de Serviço Comunitário Estudantil, para estudantes do décimo ano.

Para Mariam Ortega, do Pro Bienestar Animal, seria um passo importante, mas isso não deixa de lado a necessidade de uma lei.

A maioria dos participantes lançou uma mensagem à população, dizendo que “quem não gosta ou não quer animais, não tenha um. Não abuse dos animais”.

Fonte: Columbia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.