CPRH solta 378 aves salvas do tráfico de animais silvestres em Recife, PE

CPRH solta 378 aves salvas do tráfico de animais silvestres em Recife, PE

Após período de tratamento e readaptação no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), no bairro da Guabiraba, na Zona Norte do Recife, 378 aves serão soltas nesta terça-feira (14). Uma equipe da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) devolverá os animais à natureza em área de soltura de Salgueiro, no Sertão do Estado.

No grupo, estão as 56 aves repatriadas de São Paulo para Pernambuco no último mês de janeiro, após terem sido resgatadas pela polícia paulista em ações de combate ao tráfico de animais silvestres. São 19 galos de campina, 19 papa-capim baianos, oito patativas, cinco cravinas, três sofrês (concrizes) e dois cancões. Após serem resgatadas do tráfico, passaram por períodos de tratamento, reabilitação e acompanhamento.

Junto com as 56 aves resgatadas em São Paulo, serão soltas dezenas de outras aves apreendidas em ações de fiscalização da CPRH e outros órgãos, como a Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma) e brigadas ambientais municipais, em todo o Estado. Nessas ações, os animais também são encaminhados ao Cetas, onde são tratados e reabilitados para serem, enfim, devolvidos ao seu habitat natural. Há rolinhas, sibitos, bigodes, azulões, sanhaçus e jandaias, entre outras espécies.

No início de mais uma “Operação Soltura”, a equipe da CPRH que seguiu para o Sertão com as aves, divididas em diversas gaiolas, libertou, na madrugada desta segunda (13), um gato do mato que havia sido levado ao Cetas Tangara (entrega voluntária). Ele era criado há muito tempo em área do município de São José do Belmonte, no Sertão Central, e passou mais de um ano em período de readaptação no Centro de Triagem.

Fonte: Folha PE 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.