PR curitiba centro risco

Curitiba (PR) deverá ganhar Centro de Referência para Animais em Risco

O prefeito Gustavo Fruet assinou na manhã desta terça-feira (10) a autorização para abertura de licitação para a implantação do Centro de Referência para Animais em Risco (Crar). O local, na Cidade Industrial de Curitiba, será destinado ao atendimento médico-veterinário de cães, gatos, cavalos e animais silvestres recolhidos exclusivamente pela Rede de Proteção Animal, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, e não funcionará, portanto, como hospital veterinário público ou abrigo.

O Centro contará com três laboratórios, 16 canis, solário, gatil com área de isolamento e área de adoção, ambulatório, sala de vacinas, sala de apoio, depósito para ração, almoxarifado e área administrativa. A estrutura permitirá o atendimento de casos mais simples. Os animais atendidos serão tratados, castrados e oferecidos para adoção no próprio Centro. Animais com patologias mais complexas ou que precisem de cirurgia, por exemplo, serão encaminhados para instituições parceiras da Rede de Proteção Animal.

O Centro será implantado junto à Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), antigo Centro de Controle de Zooonoses (CCZ), que é ligado à Secretaria Municipal da Saúde e fica na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A previsão é que fique pronto ainda este ano. Na adaptação do espaço serão investidos cerca de R$ 400 mil, provenientes do Fundo Municipal de Meio Ambiente.

“A parceria entre as secretarias municipais da Saúde e do Meio Ambiente possibilitou uma economia de mais de R$ 700 mil, do total de R$ 1,1 milhão aprovado, em agosto do ano passado, pela Câmara Municipal de Curitiba para a implantação do centro”, afirma o coordenador da Rede de Proteção Animal, Paulo Colnaghi.

Fonte: RIC TV

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.