Curitiba (PR) terá unidade móvel para castração de cães e gatos

Em um prazo de até 60 dias, serão iniciados os procedimentos cirúrgicos de esterilização de cães e gatos nas administrações regionais. Nesta terça-feira (03), foi assinado o primeiro contrato de prestação do serviço em um convênio entre a Prefeitura de Curitiba e a Clínica Veterinária Dr. Ricardo, a primeira a ser credenciada para a operação do centro cirúrgico móvel de saúde animal, o chamado castramóvel.

“Pela primeira vez será realizado em Curitiba a castração com unidade móvel pela Prefeitura. O atendimento pelo castramóvel facilita a adesão da população, já que os proprietários de animais não precisarão se deslocar ao centro da cidade para a realização do procedimento”, avalia o secretário municipal de Meio Ambiente, Renato Lima.

A Rede de Proteção Animal pretende realizar 7 mil castrações de cães e gatos até o fim de dezembro. O início das cirurgias depende da aprovação do projeto técnico, entregue pela clínica credenciada, ao Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

“O controle populacional diminui a ocorrência de zoonoses, de acidentes como mordeduras e até acidentes de trânsito, sem falar nos benefícios para a saúde do próprio cão ou gato porque previne doenças como o câncer da mama, dos testículos e doenças da próstata e do útero dos animais”, explica o veterinário Eros Luiz de Souza, diretor de pesquisa e conservação da fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Serão castrados cães e gatos de famílias beneficiadas e inscritas em programas sociais como Bolsa Família, Armazém da Família e por programas da Fundação de Ação Social (FAS) da Prefeitura de Curitiba, além dos animais de protetores independentes e organizações não governamentais.

Até o fim do ano, o castramóvel passará por todas as dez administrações regionais, conforme calendário que será divulgado no site da Rede de Proteção Animal, a partir da aprovação do CRMV.

Inscrições

Para inscrever os animais no programa de castração é necessário o preenchimento de um formulário e a assinatura de um termo de responsabilidade pelo proprietário ou protetor. Os responsáveis passarão obrigatoriamente por uma palestra, que será realizada no local e na hora da castração, para orientações e entrega de medicamentos que serão prescritos no pós- operatório.

O castramóvel é equipado com três salas para procedimentos cirúrgicos, trabalhará com seis veterinários e será acompanhado de uma ambulância UTI para atendimento emergencial. Mais informações podem ser obtidas no perfil da Rede de Proteção Animal de Curitiba no Facebook.

Fonte: Paraná Online

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.