Defesa Civil nas Escolas vai tratar de Bem-estar Animal em sala de aula em Petrópolis, RJ

Defesa Civil nas Escolas vai tratar de Bem-estar Animal em sala de aula em Petrópolis, RJ

Inédita no país, a política pública de Defesa Civil nas Escolas também vai tratar do bem-estar animal em sala de aula. A medida vai permitir que os alunos inscritos na rede municipal fortaleçam a compaixão e o respeito pelos bichos. Serão abordados assuntos como maus-tratos, posse responsável e digna para os animais e a questão do abandono – crime ambiental com pena de reclusão. Ao longo de cada semestre, os estudantes devem desenvolver trabalhos práticos sobre o assunto, sempre com o apoio de profissionais de ensino.

“O bem-estar animal é assunto importante e que deve ser tratado desde a infância. Além disso, estamos ampliando a política pública para que mais jovens tenham acesso. A ideia de transformar a maneira de pensar e de agir da população passa diretamente pelo ensinamento nas escolas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi, garantindo que o projeto vai trazer uma série de benefícios para o futuro de Petrópolis.

A novidade foi estabelecida em uma reunião entre o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato, e a coordenadora de Bem-estar Animal, Elisabete Amorim, realizada nesta sexta-feira (01.02). A capacitação dos profissionais de ensino para tratarem do assunto acontece nos dias 18 e 22 de fevereiro na Câmara Municipal.

“Na maioria das vezes, os casos de maus-tratos são resolvidas com a orientação. O trabalho com as crianças em sala de aula vai garantir que elas desenvolvam a compaixão e o respeito pelos animais”, disse Elisabete Amorim. “Ampliar o Defesa Civil nas Escolas sempre foi um objetivo nosso. É importante tratar as questões dos animais nas escolas, assim como precisamos incentivar que os jovens pensem preventivamente”, explica Paulo Renato.

No ano passado foram realizadas 170 atividades dentro da política pública de Defesa Civil nas Escolas. A aplicação da Lei Municipal em sala de aula é um passo importante no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade, com a orientação das crianças sobre como se comportar em caso de ocorrências. Todas as 103 unidades escolares da rede municipal participaram, além de outras oito particulares e uma estadual, de forma voluntária.

“Cumprimos a lei no ano passado, estabelecendo o início de uma nova realidade para o nosso município. Com a ampliação do programa, vamos aumentar o número de crianças, muitas delas bebês que, desde pequenas, estarão trabalhando a cultura da prevenção aos desastres de origem natural”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntarias.

Município recebe prêmio em campanha nacional pelo Defesa Civil nas Escolas

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) premiou a prefeitura pela inserção dos temas Defesa Civil e Educação Ambiental nas escolas da rede municipal de ensino. A instituição vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública. A contemplação acontece dentro da campanha nacional #EducarParaPrevenir, criado pelo órgão nacional para as melhores atividades do país focadas em ERRD – Educação em Redução de Riscos de Desastres.

Fonte: Diário de Petrópolis


Nota do Olhar Animal: Ótima iniciativa. Torcemos para que evolua no sentido de ensinar às crianças que um animal não deveria ser propriedade de ninguém, E um bom passo inicial para isso seria trocar o termo “posse responsável” para “tutela ou guarda responsável”. Sempre bom lembrar também que “respeitar” um animal não é encontrar formas mais “humanitárias” de lhes causar danos, em especial a morte.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.