Hamilton Bruschz / Tribuna do Paraná

Delegacia lança campanha para arrecadar ração para gatos e cachorros em Curitiba

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) iniciou nesta sexta-feira (15), uma campanha para arrecadar rações para cães e gatos, em Curitiba. A ideia é ajudar os animais que vivem exclusivamente com protetores independentes (pessoa que mantém sob sua responsabilidade cães ou gatos abandonados, mantendo-os saudáveis).

“A ideia surgiu quando começamos a perceber a necessidade de ajudar. É uma corrente do bem que particulares podem colaborar com os protetores que na maioria cuidam dos vira-latas”, relatou o delegado Mateus Laiola, responsável pela DPMA. A Tribuna do Paraná contou recentemente a história de Laiola.

As rações podem ser de qualquer tipo e preço. O alimento deverá estar em embalagens lacradas e no prazo de validade. “A ração precisa nutrir os animais e neste fim do ano os casos de abandono aumentam. As pessoas viajam e largam os bichos. Vai aumentar a necessidade de alimentar e pedimos o apoio da população”, disse o delegado.

Delegado da DPMA. Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná
Delegado da DPMA. Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná

Os interessados em receber as doações deverão enviar um e-mail para [email protected]. No e-mail deve constar o nome completo ou razão social (com o nome do responsável), CPF ou CNPJ, comprovante de residência, e-mail, telefone e cópia de pelo menos cinco termos de adoção de animais que estavam sob a responsabilidade do protetor.

Local de entrega

As entregas devem ser realizadas na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, localizada na Avenida Anita Garibaldi, 5941, bairro Barreirinha, em Curitiba. No entanto, existe a possibilidade da Delegacia fazer uma parceria com algum estabelecimento comercial para que a ração seja entregue diretamente ao requerente.

“Os donos que vendem a ração podem entrar em contato conosco para fazermos a parceria. Alguém compra e deixa um pacote e aí vamos ver qual o melhor opção. Importante é ajudar e aumentar a corrente do bem”, concluiu o delegado da DPMA.

Por Gustavo Marques

Fonte: Tribuna do Paraná

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.