Denúncia anônima leva Polícia Militar Ambiental a libertar animais silvestres no PR

Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar Ambiental a apreender animais silvestres e prender dois homens na região de Querência do Norte, nesse domingo (06). Também foram apreendidas armas de fogo e cigarros contrabandeados. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal (PF) de Maringá para medidas.

De acordo com a Polícia Ambiental as equipes chegaram ao local após receber uma denúncia anônima de que pássaros silvestres eram mantidos em cativeiro numa propriedade em Querência do Norte. No local foram encontrados sete homens que fugiram ao notar a aproximação da viatura.

Na propriedade estava um macaco-prego acorrentado no quintal, alguns veículos, entre eles caminhões-baú, além de radiocomunicadores. Um homem que estava dormindo dentro do caminhão foi abordado e disse aos policiais militares que os veículos seriam carregados com cigarros contrabandeados, mas que, a missão foi abortada devido à presença policial na região.

Também foram encontrados dentro de uma residência que fica na propriedade três canários-da-terra que estavam engaiolados, 15 cartuchos calibre 380 e 160 pacotes de cigarros. Um homem de 28 anos disse ser dono dos veículos e foi conduzido junto com outro que estava dormindo para a PF de Maringá. Os animais silvestres foram apreendidos e serão examinados por um veterinário antes de serem soltos ou encaminhados para viveiros cadastrados junto ao órgão ambiental.

Fonte: Umuarama Ilustrado

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.