Denúncia de maus-tratos termina com final feliz em Gravataí, RS

Denúncia de maus-tratos termina com final feliz em Gravataí, RS
Égua estava debilitada e com diversos ferimentos (Fotos: Reprodução Internet)

Um pedido de ajuda para resgatar um animal vítima de maus-tratos, terminou da melhor forma possível na tarde desta terça-feira (27), na Rua Amélia Teles, Morada do Vale III, em Gravataí.

O marido de Jéssica Soares, estava trabalhando quando viu um casal levando de um descampado, uma égua com visíveis sinais de maus-tratos. Neste momento, o homem que preferiu não se identificar, ligou para a Guarda Municipal denunciando a atitude da dupla e comunicou a esposa sobre o acontecido.

Jéssica foi então até o Facebook e publicou o apelo do marido em dois grupos da rede. Nas fotos divulgadas, mostram a égua em visível sinal de desnutrição. Segundo ela, o animal estava amarrado com um fio de luz para não fugir. O relato chamou a atenção e causou revolta nas redes sociais.

Guarda Municipal e Márcia Becker em ação

Na mesma tarde, a Guarda Municipal foi até o local juntamente com a protetora dos animais, Márcia Becker, e resgatou a égua. Via whatsapp, Márcia comunicou a situação do animal para Jéssica, que de sua casa a guardava ansiosa por uma resposta.

Segundo Márcia, o animal estava muito fraco e apresentava lesões por todo o corpo. Além disso, as patas da égua estavam tortas. Ela foi encaminhada para tratamento com veterinário e removida ao sítio da própria Márcia Becker, que já realiza o trabalho de resgate de animais há alguns anos. O tutor do animal foi levado para a 2 DP de Gravataí e irá responder pelo crime de maus-tratos.

rs_gravatai_denuncia_maus_tratos_termina_final_feliz_2

“Sensação de alívio”

Jéssica contou a nossa reportagem sobre a denúncia feita através das redes sociais e também agradeceu o rápido atendimento da Guarda Municipal e da protetora Márcia Becker.

“Estou sem palavras pra expressar a alegria de poder fazer algo por um ser que não pode se defender sozinho.  Quanto mais pessoas tiver esse tipo de atitude de denunciar e atitudes como a da Márcia, podemos construir uma cidade melhor de se viver. E espero que a Samira (Nome escolhido em homenagem ao esposo de Jéssica) tenha um maravilhoso recomeço em seu novo lar”. Contou.

Fonte: Giro de Gravataí

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.