‘Denunciamos a situação horrível dos animais de uma fazenda-escola em Valência’, anuncia partido espanhol

‘Denunciamos a situação horrível dos animais de uma fazenda-escola em Valência’, anuncia partido espanhol

“Os animais da fazenda-escola ficaram totalmente abandonados após a declaração do estado de alerta. Muitos já morreram e outros agonizam.

Nós, do PACMA (Partido Animalista), levamos tempo alertando sobre o inferno em que vivem os animais presos nessa fazenda-escola. Finalmente, denunciamos ao Ministério Público da Província de Valência, como um suposto caso de maus-tratos aos animais, e exigimos a captura imediata dos animais e sua transferência para um santuário, onde eles possam se recuperar e viver seguros e tranquilos pelo resto de suas vidas.

Os animais desta fazenda-escola, localizada na província de Valência, Espanha, vivem em condições deploráveis ​​e estão em sério perigo. Durante anos, sua situação foi horrível, mas foi agravada durante o estado de alerta da pandemia. O dono da entidade abandonou todos os animais à sua sorte, que continuam sofrendo todos os dias e alguns até morreram. Nestas imagens, as quais advertimos serem chocantes, você pode ver claramente o seu estado de abandono, doença e morte. Cavalos e ovelhas com feridas, ovelhas doentes, outras moribundas, um burro sem mobilidade rodeado de fezes e com feridas graves, galos mortos … É o panorama horrível que encontramos.

 

Não apenas documentamos o pesadelo em que esses animais vivem, mas anexamos à denúncia um relatório veterinário, o qual declara que as lesões e doenças que sofrem são decorrentes do abandono, da omissão de cuidados e atendimento veterinário, o que implica a prática de um crime de maus-tratos aos animais.

Portanto, além da transferência imediata dos animais para um santuário, solicitamos que os responsáveis ​​sejam processados ​​por todos os crimes de maus-tratos de animais cometidos e que sejam proibidos de terem animais sob seus cuidados novamente. Da mesma forma, denunciamos a falta de inspeções pelo Departamento de Agricultura e solicitamos que seja dada extrema vigilância às fazendas e fazendas-escolas onde os animais são explorados economicamente.

A infância exposta aos maus-tratos a animais

É escandaloso e imperdoável ver como esses animais são tratados há anos e como sua situação piorou a este extremo. Mas, para piorar as coisas, é uma fazenda-escola, uma entidade que, segundo seu próprio site, é “um espaço projetado para oferecer a meninas e meninos da educação infantil do ciclo primário, a oportunidade de desenvolver um conjunto de atividades únicas que complementam sua formação enquanto se divertem”. Pretende-se expor a infância aos maus-tratos a animais, à negligência absoluta, às lesões físicas e psicológicas e à pior face do ser humano em relação aos animais.

Nós do PACMA, não podemos tolerar esse tratamento dos animais nem a exposição de crianças a essa “entidade educacional” que ensina maus-tratos e falta de respeito pela vida dos demais.

Continuaremos a lutar todos os dias por esses animais e por todos os outros, e exigimos o endurecimento das penalidades por maus-tratos a animais, para que aqueles que maltratam parem de ficar impunes.”

Tradução de Thaís Perin Gasparindo

Fonte: Pacma

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.