Gata foi morta a pauladas em Paraty — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Depois de sofrer arranhão, mulher mata gata a pauladas em mercado de Paraty, RJ; vídeo

Uma gata foi morta a pauladas por uma mulher dentro de um mercado de Paraty, na Costa Verde do Rio. A agressão causou revolta dos moradores e repercutiu nas redes sociais nesta terça-feira (8).

Segundo o estabelecimento, a suspeita matou o animal após pisar acidentalmente no rabo dele e ser arranhada no mercado, que fica no Parque Mangueira.

O crime aconteceu no domingo (6), porém as imagens de uma câmera de segurança foram resgatadas na segunda a noite, nelas é possível ver o momento da agressão. As imagens são fortes.

Ainda segundo os responsáveis pelo estabelecimento, a mulher foi atendida pelas pessoas presentes no local. Porém, mesmo assim voltou com um pedaço de pau minutos depois e atingiu a gata na cabeça, que morreu na hora.

A gata Nina foi adotada há aproximadamente três anos pelos donos do mercado. Eles castraram e cuidaram dela durante todo esse tempo. “Todo mundo amava a Nina. Não tinha um que não falava com ela”, contou a funcionária do local, Valmira.

O artigo 32 da Lei número 9.605/98 de Crimes Ambientais pune quem pratica ato de violência a animais. São enquadrados nesse item quem fere ou mutila animais domésticos, silvestres, nativos ou exóticos. Quem for condenado pode receber pena de detenção de três meses a um ano, além de multa.

O caso foi registrado na manhã desta terça na 167ª Delegacia de Polícia (Paraty). A mulher é procurada pelos agentes.

Gata é morta a pauladas dentro de mercado em Paraty — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Gata é morta a pauladas dentro de mercado em Paraty — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Em Valença

Na véspera de Ano Novo, um idoso, de 67 anos, foi detido depois de matar o cachorro da vizinha, de 44, em Valença. Segundo a Polícia Militar, os dois teriam brigado na estrada Manga Larga, no distrito de Santa Isabel.

Durante a confusão, o homem fez disparos a esmo e acertou o animal. O homem foi autuado na lei de maus tratos aos animais e por disparos de arma de fogo e liberado para responder em liberdade.

Por Isabel Sodré, G1 Sul do Rio e Costa Verde

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.