Desaparecido durante incêndio, gato volta para a casa dos seus tutores após seis anos

Desaparecido durante incêndio, gato volta para a casa dos seus tutores após seis anos
Ozzie voltou para casa de donos após seis anos desaparecido. Foto: Youtube / KTVU FOX 2 San Francisco

Depois de seis anos longe da casa dos tutores, na última semana, o gato Ozzie voltou para casa. O felino, malhado da cor marrom, havia se perdido da família humana durante um incêndio florestal que atingiu a região onde morava em 2017, na Califórnia (EUA). Encontrado por um desconhecido na rua, o animal foi identificado a partir de um microchip.

Quando desapareceu, Ozzie era um gato doméstico acostumado a refeições regulares e com um edredom macio para dormir, de acordo com a dona Patrícia Duane. Na época do desaparecimento, ele tinha apenas quatro dentes, disse ela.

“Eu andei por toda parte e avisei os vizinhos, mas com o passar dos meses, acreditei que não tinha mais como ele estar vivo. Ele tinha apenas alguns dentes e não era um caçador”, afirmou Patrícia ao jornal local “The Press Democrat”.

Segundo a dona, Ozzie desapareceu quando ela e o marido Michael evacuaram a casa de um amigo devido ao incêndio florestal que atingia a região. O casal estava como hóspede naquele local porque o fogo já tinha atingido a própria residência dias antes. Eles fugiram para lá com dois cachorros e quatro gatos —incluindo Ozzie.

Quando precisaram deixar a casa do amigo devido a aproximação do fogo, apenas cinco animais foram contabilizados. Depois que o incêndio já havia sido controlado, Patrícia e Michael até voltaram ao bairro, mas não encontraram mais o pet.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Forgotten Felines of Sonoma County (@forgottenfelines_sonomacounty)

Ozzie foi encontrado por um desconhecido na rua. Não acreditando que aquele gatinho fosse um animal sem tutor, a pessoa o levou para uma ONG, que começou a procurar a verdadeira família dele a partir do microchip que o identificava.

“É inacreditável. Ele passou por um segundo incêndio. Ele passou por chuva, frio congelante, vários elementos lá fora. E ele é muito bom, e acho que ele sabe que está em casa”, contou a dona.

Por Alan Souza e Fernando Moreira

Fonte: Extra

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.