Dez associações em defesa dos animais criam a federação DEAN, na Espanha

Dez associações em defesa dos animais da comunidade autônoma espanhola de Cantábria constituíram a primeira federação nesta matéria da região, a que se prevê que se unam outras três organizações em breve e que está aberta a todas as entidades que trabalham neste campo.

Segundo informou esta nova federação em uma nota de imprensa, as associações que integram a DEAN são: Acción y reacción animal Cantabria, Adopta o acoge, Adyra, Galgos 112, Galgos de casa, Galgos y podencos, Hábitat Terrazgo y Monte, Salva 1 galgo, SOS Pitbull e Vecinos del gato

A federação destaca que seu objetivo é defender e proteger os animais, conscientizar a sociedade de seus direitos, denunciar e agir em casos de maus-tratos e abandono animal ou trabalhar com as administrações como ela afirma que já está fazendo com a futura lei de proteção animal de Cantábria.

“Nosso objetivo é ser a via que explica à sociedade os problemas e exigências que envolvem o bem-estar animal e também ser um interlocutor forte e de caráter regional que leve à administração as necessidades, inquietudes e problemas das associações de proteção e defesa dos animais”, afirma a DEAN.

A federação também afirma que vai trabalhar para que se deixe de financiar, subvencionar e apoiar com dinheiro público os espetáculos taurinos de toda índole e que esse dinheiro se destine ao bem-estar animal; ela também pretende que “impulsionem as colônias felinas controladas” e que se proíba a venda de animais exóticos.

“Os animais têm direito à dignidade, a serem respeitados e não maltratados, a não serem usados em atrações e espetáculos, a não trabalharem em más condições e a não serem explorados com a criação indiscriminada de ninhadas que terminam abandonadas”, afirmou DEAN, citando algumas das questões que apresenta esta federação, a qual preside Victoria Cedrún.

Junto à presidenta da DEAN, ocupará o cargo de vice-presidenta Mercedes Sesé, Eva Bolado será secretária e Carmen Pulido tesoureira.

Também haverá cinco vocais: Sebi de los Arcos, María Sánchez, Eva Ceballos, Raquel Flor y Roberto Noriega.

Tradução de Thassya Gonçalves Cananéa 

Fonte: El Diario Montanes

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.