Pássaros silvestres foram apreendidos em situação de maus-tratos — Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Dezenas de pássaros silvestres são apreendidas em uma casa, em Curitiba

Sessenta e nove pássaros silvestres foram apreendidos em uma casa no bairro Boqueirão, de acordo com a Prefeitura de Curitiba. O fato foi divulgado nesta quinta-feira (11).

Conforme a administração municipal, uma das aves apreendidas é ameaçada de extinção.

Um homem de 37 anos, que era o responsável pelo local onde houve a apreensão, foi preso suspeito de comércio ilegal de animal silvestre, maus-tratos contra aves e uso de sinal falso – um dos pássaros tinha identificação falsificada.

A prisão dele foi em flagrante e, segundo a prefeitura, o suspeito continua detido. A operação que resultou na apreensão das aves e na prisão do homem foi realizada em parceria entre a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e a Rede de Proteção Animal.

Os animais foram encaminhados ao Centro de Apoio à Fauna Silvestre. Os pássaros ficam ali até que o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) defina uma destinação apropriada a eles.

Aves não recebiam luz solar — Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba
Aves não recebiam luz solar — Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Multa

Além de ter sido preso, o homem foi multado em R$ 35 mil pela Rede de Proteção Animal, que é da administração municipal. A prefeitura informou que ele é um dos maiores comerciantes de aves silvestres na cidade.

Os pássaros ficavam em locais sem condições de higiene e sem luz solar.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.