Dezessete cavalos em ‘diversos estágios de inanição’ apreendidos no Condado de Flathead, em Montana, EUA

Dezessete cavalos em ‘diversos estágios de inanição’ apreendidos no Condado de Flathead, em Montana, EUA
Um veículo do gabinete do xerife do Condado de Flathead – Foto do arquivo do jornal Flathead Beacon

Na última semana de setembro, detetives apreenderam 17 cavalos em “diversos estágios de inanição”, além de outros problemas de saúde, pertencentes à mesma pessoa, em vários locais nas proximidades do Condado de Flathead, em Montana, de acordo com o gabinete do xerife desse condado.

Os guardas do Controle de Animais do Condado de Flathead responderam a uma queixa de crueldade contra animais feita no dia 19 de setembro, que envolvia diversos cavalos de uma residência na área de Columbia Falls, onde encontraram cinco cavalos alimentados de forma inadequada.

Durante uma investigação, as autoridades descobriram que provavelmente havia mais cavalos pertencentes ao mesmo tutor em outros pastos ao redor do condado. Os guardas localizaram 17 cavalos no total, “todos em condições muito precárias”.

Os detetives do gabinete do xerife receberam um mandado de busca no dia 28 de setembro e apreenderam todos os 17 cavalos. Antes do relatório inicial, supostamente um cavalo já poderia ter morrido.

Os cavalos foram trazidos para o Controle de Animais do Condado de Flathead e no momento são tratados nas instalações do condado.

“O custo do tratamento é bastante alto”, disse Brian Heino, xerife do Condado de Flathead. “Já fizemos isso no passado, mas não me recordo de serem tantos assim”.

O gabinete do Procurador do Condado de Flathead atualmente analisa o caso por acusações de crueldade agravada contra animais.

Os cavalos permanecerão aos cuidados do condado até que o processo judicial seja concluído.

Os cavalos precisam de cobertores para equinos, feno de grama ou feno de grama de alfafa leve, ração sênior e pelotas de alfafa.

Para doar, envie um e-mail para o gabinete do xerife no endereço [email protected].

Por Maggie Dresser / Tradução de Marcia Galdi

Fonte: Flathead Beacon

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.