Diretoria de Bem-estar Animal de Cuiabá tem 14 filhotes e dois cachorros adultos disponíveis para adoção

Diretoria de Bem-Estar Animal de Cuiabá tem 14 filhotes e dois cachorros adultos disponíveis para adoção

Catorze filhotes e dois cachorros adultos estão disponíveis para adoção, após serem resgatados pela Diretoria de Bem-estar animal, vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de Cuiabá. Para adotá-los, no entanto, é necessário passar por uma triagem e se comprometer com os cuidados ao animal.

“Animais não são brinquedos! São capazes de sentir emoções e se bem tratados, tornam-se amigos fiéis e companheiros para todas as horas”, é o que diz a cartilha elaborada pela Diretoria de Bem-estar Animal, da Prefeitura de Cuiabá. O material é um guia de como cuidar de seu animal para que ele tenha uma vida saudável e feliz e foi elaborado para conscientizar a população sobre condutas de maus-tratos ou abandono.

A Diretoria recebeu, só no primeiro semestre de 2019, 559 denúncias de maus tratos, abandono e pedido de resgate de animais atropelados em vias públicas. “Recebemos muitas denúncias de abandono de animais em residências, simplesmente a pessoa muda e deixa o animal dentro da casa, ou terreno, fato que ocorre com frequência nas denúncias atendidas. Nós também recebemos ligações falando sobre animais submetidos a maus tratos, como: sem água, sem comida, doentes, que sofrem agressão, expostos a intempéries, amarrados em espaços pequenos e em locais insalubres. Isso quando o animal tem um tutor. Também resgatamos animais de rua que estejam abandonados ou que sofreram algum acidente”, explica Olgarina Ponciana, diretora interina da Diretoria de Bem-estar Animal.

Após receberem os cuidados dos profissionais veterinários da Diretoria, os animais resgatados ficam disponíveis para adoção responsável. Todos os animais são entregues para adoção já vermifugados, vacinados e castrados. Em caso de filhotes, o futuro dono assina um termo de responsabilidade se comprometendo a retornar com o animal, em período determinado, para que a Diretoria realize a castração. A medida é uma das ações do órgão para reduzir a proliferação de possíveis animais abandonados.

A Diretoria ainda enfatiza que a pessoa, ao adotar um animal assume os seguintes compromissos: atendimento das necessidades físicas, psicológicas, ambientais e de saúde do animal; prevenção de riscos que ele possa causar à comunidade ou ao ambiente, como agressão, transmissão de doenças ou de danos a terceiros. Essas e demais recomendações podem ser consultadas na Lei Complementar 463/2017.

Serviço

Disque Denúncia (0800 647 7755).

Para os que querem adotar um dos animais que estão sob a tutela da Diretoria, é necessário entrar em contato pelo 0800 647 7755 para que uma triagem seja feita e se verifique a aptidão para adoção.

Fonte: Olhar Direto

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.