Polar e Bear | Foto: Reprodução/Care2 Petitions

Documento tem 180 mil pedidos contra abate de cães que atacaram menino

Uma petição online já reúne mais de 180 mil assinaturas contra a eutanásia de dois huskies que atacaram um menino, de 4 anos, em Utah (EUA). O ataque, ocorrido no domingo (3/3), foi tão severo que um dos braços da criança teve que ser amputado.

O menino estava brincando no quintal da sua casa em Layton. Através de uma cerca, ele chegou até o quintal do vizinho, quando foi atacado pelos cães, identificados como Polar e Bear.

Jason Cook, um dos bombeiros que atendeu à emergência disse “nunca ter visto uma cena como aquela em 29 anos de carreira”, contou o “Independent”. Os huskies foram recolhidos e postos em quarentena em um abrigo para animais da cidade.

Rhett Nicks, direto de Controle Animal do condado de Davis, disse acreditar que, provavelmente, os cães serão abatidos por causa da severidade do ferimento provocado por eles. Amantes de animais resolveram lutar contra o provável destino dos huskies e abriram a petição no site “Care2”.

Jessica Nusz, amiga dos donos dos cães e autora da petição, disse que os cães confundiram o braço do menino atravessando a cerca com um brinquedo.

Por Waldelúcio Barbosa

Fonte: Meionorte

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.