Dois anos de prisão para o homem que apedrejou o próprio gato

Dois anos de prisão para o homem que apedrejou o próprio gato
Das primeiras condenações a exigir uma pena de prisão efetiva por violência contra animais - DR

A polícia prendeu um homem de 25 anos e levou-o ao Estabelecimento Prisional de Lisboa, em Portugal, onde terá de cumprir dois anos por crimes de maus-tratos cometidos contra o seu próprio gato.

Esta sentença é uma das primeiras condenações a exigir uma pena de prisão efetiva por agressões a animais.

O crime remonta a 2016, quando populares viram o homem a apedrejar o próprio gato na rua, e de imediato chamaram a policia, escreve o Correio da Manhã. Ainda antes da chegada dos agentes, tentou agredir as testemunhas e atacou a patrulha quando esta chegou ao local.

Além do crime de maus-tratos a animais, o homem foi também condenado por resistência e coação sobre funcionário, e ameaça e injúria agravada.

Fonte: Jornal i / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.