Dois cães salvos pelos bombeiros após queda em falésia, em Albufeira, Portugal

Dois cães salvos pelos bombeiros após queda em falésia, em Albufeira, Portugal
Foto: Reprodução Internet

Os dois dálmatas fugiram de casa, ontem à tarde, em Albufeira, e dirigiram-se à zona do Rossio, onde acabaram por cair do cimo de uma falésia, de uma altura de cerca de 10 metros, tendo ficado feridos. Foram resgatados e salvos pelos Bombeiros Voluntários de Albufeira (BVA).

Segundo o CM apurou, o alerta foi dado cerca das 14h30, pela dona dos animais, que os seguiu e ainda presenciou a queda. “Os dois cães – um macho e uma fêmea – tinham caído e estavam isolados numa escarpa, numa zona de difícil acesso. Estavam ambos em dificuldades e impossibilitados de sair das rochas”, revelou ao CM o subchefe José Lourenço, dos BVA, que coordenou as operações de resgate no local. Devido à queda e ao esforço – infrutífero – para conseguirem subir a arriba, os dois animais apresentavam ferimentos nas patas.

Dois cães salvos pelos bombeiros após queda em falésia, em Albufeira, Portugal

“Foi acionada uma equipa de resgate em grande ângulo e dois recuperadores desceram a arriba, para estabelecerem contacto e salvarem os cães”, esclareceu José Lourenço. A operação revelou-se, contudo, difícil, pois foi necessário, primeiro, ganhar a confiança dos dálmatas para lhes colocar o equipamento de salvamento. Ainda assim, mesmo depois de o primeiro animal ter sido resgatado, o segundo, amedrontado, refugiou-se noutro local da arriba, o que obrigou os BVA a recolocar o equipamento. Os dois cães acabaram por ser salvos e entregues, em segurança, à dona, que os esperava no cimo da arriba. A Polícia Marítima também esteve no local.

Assista ao vídeo clicando aqui.

Por Ana Palma 

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.