Dois mil animais soltos em rodovias são resgatados neste ano em MG; em caso de acidente, tutores podem ser punidos por lei

Dois mil animais soltos em rodovias são resgatados neste ano em MG; em caso de acidente, tutores podem ser punidos por lei
Animais soltos põe em risco a vida deles e de pessoas. — Foto: Reprodução/TV Globo

Animais soltos em ruas, avenidas e rodovias são um perigo para quem trafega e para eles mesmos por causa do risco de causar acidentes.

Minas Gerais é o estado que tem a maior malha rodoviária do Brasil e, segundo a concessionária Via 040, foram feitos mais de 1,8 mil recolhimentos de bichos entre janeiro e setembro deste ano.

Já a AB Nascentes, responsável pelo sistema MG-050, BR-265 e BR-491, capturou 146 animais de grande porte.

A guarda e proteção deles são responsabilidade dos tutores e, os imóveis, principalmente próximos de rodovias, devem manter as cercas em bom estado de conservação para evitar fuga.
 
Vídeo: Presença de animais nas estradas coloca a vida de motoristas em risco.

Nas rodovias que não têm pedágio, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e a Polícia Militar Rodoviária Estadual agem de forma preventiva e rotineira, orientando aos responsáveis sobre a guarda de animais, a manutenção das cercas e a vigilância para evitar que eles fujam.

O tutor será responsabilizado em caso de acidente de trânsito com base na lei. A aplicação de multa administrativa pelo DER-MG para o tutor, quando identificado, também está prevista.

O órgão disponibiliza ao cidadão o e-mail [email protected] para denunciar a presença de animais nas estradas.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.