Dona de abrigo procura polícia após envenenamento e morte de 3 gatos em Mundo Novo, MS

Delegado diz que suspeita de alguém da vizinhança em Mundo Novo, MS. Mulher diz que encontrou animais “se debatendo” e “espumando pela boca”.

Por Graziela Rezende

Uma mulher de 46 anos, que possui um abrigo para cuidar de animais há quatro anos, em Mundo Novo, a 458 quilômetros de Campo Grande, procurou à Polícia Civil, nesta terça-feira (6), para denunciar o envenenamento e morte de três gatos. Ao G1, o delegado Natanael Matias, titular da delegacia do município, disse que a suspeita é de que alguém da vizinhança tenha cometido o crime.

“É lamentável que o ser humano ainda faça coisas do tipo. Esta senhora presta este serviço de ajuda a comunidade, resgatando e cuidando de animais de rua. No entanto, alguém foi lá e envenenou os animais, conforme o diagnóstico do veterinário. Agora estamos investigando. A suspeita é que alguém da vizinhança tenha feito isso por não gostar da presença dos gatos na região”, afirmou o delegado.

Por volta das 22h30 (horário de MS), na segunda-feira (5), a mulher avistou um dos seus gatos caído no chão. Em depoimento, ela afirmou que o animal “estava se debatendo até morrer”.

Ao lado, mais dois gatos estavam “espumando pela boca”. Eles foram levados até uma clínica veterninária, mas não resistiram.

A vítima ressaltou que a Vigilância Sanitária tem conhecimento do abrigo, sendo que ele utiliza rotineiramente medicamentos como vermífugo, colírio e outros. Os animais ainda se alimentam de ração e frequentam o veterinário, sempre que necessário. Sobre o crime, a mulher disse desconfiar de vizinhos, que não gostam da presença dos animais.

O crime foi registrado como praticar ato de maus-tratos. A pena para este crime varia de três meses a um ano de detenção.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.