Dono de fazenda presta depoimento sobre cavalos maltratados, no ES

Dono de fazenda presta depoimento sobre cavalos maltratados, no ES

Propriedade recolhia animais da BR-101 por contrato com concessionária. Eco 101 disse que desconhecia a situação dos animais.

Após um vereador denunciar que cavalos recolhidos na BR-101 poderiam estar sofrendo maus-tratos em uma fazenda da concessionária Eco 101, a Polícia Ambiental levou o dono da propriedade para prestar depoimento.

O Instituto de Defesa e Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) já havia visitado a propriedade localizada em Macafé, na Serra, região Metropolitana de Vitória, em abril. O dono do local possuía um contrato com a empresa responsável pela BR. Por isso, os animais que eram encontrados soltos na rodovia eram recolhidos e levados para a fazenda.

O sargento Reis explicou que na visita do Idaf, alguns animais foram encontrados em estado já debilitado. De um rebanho de 40 animais, cinco deles tiveram que ser sacrificados.

“Logo quando foi veiculada a denúncia do vereador da Serra, o Idaf esteve no local, fez a interdição do equídeos que aqui estavam, cerca de 40 animais. Neles foram constatados anemia infecciosa, e aí cinco desses foram sacrificados”, contou o sargento Reis.

Em defesa, a Eco 101 informou que desconhece qualquer prática de maus tratos aos animais que estavam na propriedade.

O dono foi conduzido para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) para prestar depoimentos não só sobre os cavalos. Na propriedade, a Polícia Ambiental apreendeu pássaros silvestres e encontrou reservatórios de água irregulares.

“Tudo isso é crime ambiental. Nós vamos circunstanciar esses fatos no boletim de ocorrência e encaminhar ele para delegacia”, explicou Reis. 

Fonte:  G1 / TV Gazeta

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.