Educadora física instala comedouros para animais de rua em quatro pontos da cidade de Adamantina, SP

Educadora física instala comedouros para animais de rua em quatro pontos da cidade de Adamantina, SP

A preocupação com cães e gatos abandonados levou a educadora física Simone Gomes a instalar comedouros em quatro pontos da cidade de Adamantina. A iniciativa foi publicada em seu perfil nas redes sociais e ganhou aprovação popular.

Com a experiência, Simone espera que a iniciativa inspire outras pessoas a uma maior conscientização e permita ampliar esse suporte de alimentação e água para animais de rua.

Inicialmente Simone dispôs vasilhas com água e ração em quatro pontos da cidade. Depois, a iniciativa foi melhorada com a substituição das vasilhas por uma estrutura artesanal produzida com canos de PVC, que permitem armazenar e proteger uma maior quantidade de água e alimentos.

Estrutura tem compartimentos para água e ração.

Agora, os quatro comedouros e bebedouros confeccionados com canos de PVC estão dispostos no Parque dos Pioneiros (junto a uma árvore próxima ao supermercado), Praça Euclides Romanini (também junto a uma árvore, no lado da Alameda Navarro de Andrade), na lateral do Estádio Municipal “Antônio Goulart Marmo” e no Parque Caldeira (nas proximidades da academia ao ar livre). (Continua após a publicidade…)

Além de instalar os comedouros e bebedouros, ela também faz a reposição de ração e água. Segundo Simone, a iniciativa busca suprir as necessidades mínimas de alimentação desses animais de rua. “Eles sentem fome e sede como nós e não são culpados por estarem abandonados”, explica.

Em cada comedouro foi afixado um aviso que pede respeito aos comedouros. (Fotos: Siga Mais).

Ela espera que a proposta também possa conscientizar outras pessoas em promover a proteção a esses animais, como a castração, para que não se reproduzam sem controle, evitando assim que novos filhotes venham a ser abandonados. Ela também estimula a adoção de animais. “Para os animais já abandonados, contamos com a solidariedade e compaixão de pessoas que possam adotar, ao invés de comprar filhotes”, diz, “Ou pelo menos realizar uma castração solidária para um animal de rua, evitando assim a reprodução e o aumento desses seres inocentes vivendo sem lar”, continua.

A ideia também quer inspirar outras pessoas, para que a iniciativa de multiplique pela cidade. Ela pede ainda o apoio e colaboração de voluntários que possam doar rações para o reabastecimento dos comedouros. “O objetivo dessa divulgação é motivar mais pessoas a realizar algum gesto solidário para esses animais, aplicando a mesma ideia em seu bairro, ou ajudando no reabastecimento nos pontos existentes”, completa.

Fonte: Siga Mais

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.