Égua com sinais de maus-tratos resgatada em Mesquita, RJ

Égua com sinais de maus-tratos resgatada em Mesquita, RJ
Égua com sinais de maus-tratos resgatada em Mesquita, RJ

Na última quinta-feira, dia 18, o Grupamento Tático Ambiental de Mesquita (GTAM) da Guarda Civil Municipal de Mesquita realizou mais um resgate no município. Depois de uma denúncia, o GTAM foi acionado para verificar a situação de uma égua abandonada na Via Light, na altura de Rocha Sobrinho. Lá, os agentes Oliveira e Maia encontraram o animal em situação delicada: amarrado, sem comida ou água e tendo espasmos musculares. A equipe, então, imediatamente providenciou água e comida ao animal debilitado.

A égua foi encaminhada ao Centro de Tratamento de Animais Silvestres, o CETAS, que fica em Seropédica. No espaço, ela receberá os cuidados e tratamentos adequados para a sua recuperação.

Grupamento Tático Ambiental de Mesquita

Recentemente, o GTAM realizou o resgate de um filhote de gavião ferido. Mas, ao longo do ano, outros animais também já foram resgatados. “A ideia é que essas demandas continuem sendo atendidas de forma eficaz, preservando sempre a segurança dos animais e dos munícipes”, explica o subsecretário de Segurança, Ordem Pública e Cidadania, Wanderley Fordiani.

Ocorrências

As ocorrências podem ser feitas à Guarda Municipal através do telefone (21) 3589-8174, que funciona 24 horas por dia, ou pelo aplicativo do Colab.

Fonte: Defesa

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.