Égua ferida que foi acalmada por agente de trânsito em Goiânia (GO) não será mais sacrificada

Égua ferida que foi acalmada por agente de trânsito em Goiânia (GO) não será mais sacrificada

Na manhã desta segunda-feira (17), uma égua foi atropelada no cruzamento das avenidas Senador Jaime e Perimetral Norte, em Goiânia. O tutor do animal não foi localizado, e enquanto aguardava as providências para a remoção, a agente de trânsito Graziella Neres Fleury não hesitou em proteger e cuidar do animal ferido.

Graziella Fleury é agente de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) desde 1998, quando abandonou o curso de Medicina Veterinária, mas a paixão pelos animais permanece.

A ação espontânea da agente de trânsito reflete a missão maior desses profissionais: salvar vidas. Ela tentou acalmar a égua, dando água e fazendo carinho nela. Como noticiado anteriormente pela Redação do Curta Mais, o animal estava com fratura exposta em uma das patas e iria ser sacrificado. 

Após a repercussão do caso, a égua não foi sacrificada, ela recebeu os primeiros cuidados de um veterinário do Centro de Zoonoses, foi anestesiada e removida por um guincho da SMT para a Zoonoses.

Mais tarde, ela foi retirada do local pelo protetor de animais, Marco Berquó, que passa a ser o responsável pelo animal. O homem levou a égua para continuar o tratamento na Clínica Saúde Animal Veterinária.

Por Kariny Bianca

Fonte: Curta Mais 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.