Égua luta para sobreviver após sofrer terríveis maus-tratos e abandono em Cádiz, Espanha

Uma égua branca está desde a noite do dia 11 lutando para sobreviver nas instalações que os voluntários da Protetora dos Animais dos Bairros conseguiram para recebê-la.

Segundo relatou um dos voluntários, Jorge Fontiverio, o animal chegou em tristes condições, transportado em um caminhão após o aviso da polícia local de Algeciras e após ser localizado em abandono absoluto “na parte de trás da zona conhecida como Cuesta del Piojo, na rua Sagrado Corazón”.

espanha_cadiz_articulos_2

O próprio voluntário gravou uma série de vídeos e mostrou fotografias que facilitou acompanhar esta notícia que se espalhou através das redes sociais, desencadeando uma campanha para buscar ajudar o equino.

Seu objetivo, além de buscar a colaboração cidadã, é o de conscientizar as pessoas para evitar que se produzam novos casos e que mais denúncias sejam feitas.

espanha_cadiz_articulos_3

Como se pode observar nas imagens, a égua chegou totalmente desnutrida e cheia de machucados e feridas.

“Quando a égua chegou, devia ter uns 15 ou 20% de chance de sobreviver. Ela chegou deitada no piso do caminhão, entre seus próprios excrementos. Foi necessário usar um guincho para poder levantá-la”, disse.

espanha_cadiz_articulos_4

O voluntário assegurou que se neste momento eles estivessem com um veterinário provavelmente haveria a decisão para fazer a eutanásia, mas nas últimas 24 horas sua recuperação tem sido quase milagrosa.

A princípio, a ajuda que podiam prestar-lhe era dar-lhe água e comida. Jorge Fontiverio comentou que todos passaram várias horas procurando um veterinário que pudesse atendê-la, o que dificultou a tarefa.

espanha_cadiz_articulos_5

Finalmente, uma veterinária vinda de Manilva, Cristina Quirós, colaborou com eles e iniciou o tratamento com soro e vitaminas.

Agora o abrigo adaptará como quarto um espaço do canil, mas seguem pedindo a colaboração cidadã para poder atendê-la melhor, retorno que no momento estão encontrando através das redes sociais.

espanha_cadiz_articulos_6

Os voluntários expressaram seu desejo de que se habilite um centro especial para equinos frente à proliferação de abandonos deste tipo que se produzem em todo o Campo de Gibraltar.

Por Juan Luis Reyes / Tradução de Nelson Paim

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.