Elefantas de circos que estavam algemadas em correntes com cravos finalmente estão livres

Elefantas de circos que estavam algemadas em correntes com cravos finalmente estão livres

Por Marti Trgovich / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Quatro elefantas que passaram suas vidas se apresentando em um circo – e presas em correntes entre os shows – estão finalmente aprendendo como é a liberdade.

E tomando alguns muito merecidos banhos de lama.

A Wildlife SOS as resgatou no final de maio do Rambo Circus da Índia, o que sua página do Facebook descreveu como um dos mais “perigosos, exaustivos e complicados resgates até hoje”. Todo o tormento demorou mais de dois dias.

India elefantas circos algemadas2

“Foi chocante testemunhar as condições desumanas em que as elefantas eram mantidas, algemadas em correntes com cravos e negadas qualquer chance de terem uma vida natural”, Geeta Seshamani, cofundadora do Wildlife SOS, disse em uma declaração. “As elefantas neste circo eram a prioridade para nossa equipe, já que elas estavam em condições terríveis”.

India elefantas circos algemadas3

A Wildlife SOS acusa o circo de restringir as elefantas pelas patas dianteiras e traseiras quando elas não estavam se apresentando, e de negar a elas água fresca, assim como qualquer chance de se exercitarem.

O Rambo Circus alega que essas são “acusações falsas”, e disse ao The Dodo, “Nós nunca maltratamos nenhum animal”.

India elefantas circos algemadas4

“A saúde mental e física dessas elefantas é muito pobre”, Rhea Lopez, a gerente de campanha de elefantes da Wildlife SOS, disse em uma declaração.

India elefantas circos algemadas5

Peral, Ruby, Goldie e Sylvie – apelidadas de as Quatro Preciosas – foram conduzidas para uma instalação em Pune, na Índia, onde elas ainda estão descansando e recebendo tratamento veterinário.

India elefantas circos algemadas6

Peral e Ruby são mais próximas porque elas entraram no circo na mesma época; Goldie é a mais velha, e Sylvie é sua filha, de acordo com Wildlife SOS.

India elefantas circos algemadas7

Um veterinário da instalação está cuidando dos pés desses animais, e eles também receberam vermífugos – escondidos dentro de frutas, com um pedaço de cana, é claro, conforme disse ao The Dodo, John Pecorelli, diretor de comunicações do Wildlife SOS.

India elefantas circos algemadas8

“Nós também criamos uma piscina temporária para elas, mas já faz tanto tempo desde que elas tiveram acesso à água deste jeito que elas ainda estão um pouco tímidas para afundarem completamente”, disse Pecorelli. “Mesmo assim, Sylvie entrou até a metade e brincou um pouco, e Goldie colocou sua tromba dentro e se deu um banho de lama”.

India elefantas circos algemadas9

Assim que a Wildlife SOS receber os papéis de transporte do governo, as elefantas serão enviadas para seu lar permanente em um dos Centros de Cuidados de Elefantes do grupo, de acordo com Pecorelli.

A Wildlife SOS escreveu no Facebook recentemente que o circo está tentando lutar contra a remoção das elefantas – e as quer de volta. De acordo com a Wildlife SOS, as elefantas foram removidas com a ajuda da polícia, dos agentes do departamento florestal e outras ONGs após o circo não ser mais reconhecido pela Autoridade Central de Zoológicos e interditado pelo Conselho do Bem-Estar Animal da Índia.

Enquanto a equipe do Wildlife SOS lida com assuntos legais, as elefantas estão apenas começando sua recuperação.

India elefantas circos algemadas10

“Goldie e Sylvie estão completamente alheias a isto tudo”, o grupo escreveu no Facebook. “Mãe e filha estão aproveitando o espinafre fresco. Estes petiscos parecem ser seus favoritos!”.

India elefantas circos algemadas11

Para ajudar com os cuidados das Quatro Preciosas e com resgates futuros, você pode fazer uma doação para o Wildlife SOS aqui.

Fonte: The Dodo

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.