Eles pararam para resgatar um pequeno cachorro e ele os levou em direção a uma grande surpresa

Eles pararam para resgatar um pequeno cachorro e ele os levou em direção a uma grande surpresa

Edina é uma moça conhecida em sua comunidade como “o anjo de Sarajevo”, por seu grande coração e entusiasmo por resgatar animais necessitados. Um dia, Edina viu um cachorro aterrorizado na estrada e decidiu parar, junto com outros motoristas. Quando saiu do carro, a mulher percebeu que o animal tinha cicatrizes, cortes e seu corpinho estava quase paralisado.

Depois de dar alimento e ganhar a confiança, Edina descobriu que o cão se tratava de uma linda cadelinha. Ela então começou a andar e Edina decidiu segui-la.

Edina disse que a cachorra sempre olhava para trás, certificando-se de que ela estava sendo seguida. Alguns metros depois, chegaram a uma casa velha e, quando se aproximaram da porta, ouviram gemidos de cachorros.

Edina decidiu bater na porta e um homem mais velho atendeu. Quando perguntado sobre os cachorros, o homem irritado disse que já tinha planos de se livrar dos filhotes. No entanto, ele não tinha carro para fazer isso.

Os pobres animais eram claramente negligenciados e seu futuro parecia estar em jogo. Então, depois de algumas negociações, o homem aceitou que Edina levasse os pobres cãezinhos da casa que, por sinal, eram filhotes da cadelinha que ela havia acabado de resgatar.

Edina mencionou que a esposa do homem, que a ajudou a colocar os cachorros em seu carro, disse que estava alimentando cachorros em segredo, pois seu marido queria que eles morressem de fome. “No caminho de volta, a mãe dos filhotes não parava de me lamber. Era sua maneira de dizer “obrigada”, eu acho.” – Disse Edina.

A mulher finalmente salvou a família da cadelinha e todos os seus filhotes.

Infelizmente existem muitas pessoas cruéis no mundo e saber de uma notícia dessas é algo que definitivamente faz de nossos dias algo melhor.

Afinal, o mundo seria um lugar melhor se todos atuassem como essa mulher incrível, não é mesmo?

Por Luciana Calogeras 

Fonte: Valuable Stories via Casos Interessantes 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.