Em Curitiba, Banco de Ração aceita doações para ajudar cães e gatos

Em Curitiba, Banco de Ração aceita doações para ajudar cães e gatos
Banco Municipal de Ração (Crédito: Divulgação/Pedro Ribas/SMCS)

O Banco Municipal de Ração, programa da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, já destinou mais de 150 toneladas de alimentos para cães e gatos resgatados das ruas da cidade, garantindo aproximadamente 579 mil refeições. O programa incentiva e auxilia no trabalho de ONGs e protetores de animais, e todo mundo pode doar, desde pessoas físicas a empresas.

CLIQUE AQUI e saiba como contribuir

Criado em 2019, o Banco de Ração da Rede de Proteção Animal de Curitiba faz a gestão, armazenamento, divisão e distribuição das doações recebidas, que são encaminhadas para os protetores independentes e ONGs cadastradas na rede, além de pessoas em vulnerabilidade social com animais, de acordo com a demanda.

“As doações feitas ao Banco de Ração, tanto por pessoas quanto por empresas, são muito importantes, pois ampliam o poder de ação da Prefeitura de ajudar as ONGs, protetores independentes e pessoas em situação de vulnerabilidade social com pets”, explica a gerente técnica do departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Vivien Morikawa.

Contribua

Para doar é simples, é só manifestar interesse pelo e-mail [email protected], com as informações de quem está fazendo a doação, incluindo nome completo, CPF ou CNPJ; e-mail; telefone; e quantidade do produto a ser doado.

São aceitas rações comerciais secas ou úmidas para cães e gatos, em embalagens fechadas, que devem ser entregues em um dos endereços fixos do Banco de Ração: Centro de Referência para Animais em Situação de Risco (Crar) ou o Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna/Rede de Proteção Animal.

Além destes, o Banco de Ração recebe as doações feitas no Zoológico de Curitiba.

Fonte: Bem Paraná

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.