Em Jaraguá do Sul (SC), cadastro para a campanha de castração de animais passa a ser feito somente por ONGs,

Em Jaraguá do Sul (SC), cadastro para a campanha de castração de animais passa a ser feito somente por ONGs,

Desde início de abril, a solicitação para castração gratuita de animais em Jaraguá do Sul passou a ser feita somente pelas quatro organizações não governamentais (ONGs) conveniadas com a prefeitura.

 
Não é mais possível ligar diretamente para a Ouvidoria do SUS e solicitar a castração. O procedimento é feito apenas nas fêmeas.

Esse serviço está disponível para famílias com renda de até cinco salários mínimos, conforme legislação municipal.

O contato para solicitar a castração deve ser feito diretamente com a ONG através de mensagem direta no Facebook.

Entre em contato com uma das ONGs

A supervisora de Controle de Zoonoses Aline Cristiane Borba Monteiro explica que é interesse da Secretaria de Saúde que cada vez mais animais sejam castrados, evitando, assim, abandono e doenças.

Ela explica que o custo de cada castração é arcado pela Secretaria de Saúde, enquanto que a aprovação de cadastros realizados pelas ONGs é feita pela Fujama, responsável pelo bem-estar animal.

Os cadastros, quando aprovados (dependendo de documentação) são automaticamente repassados (via sistema integrado) às quatro clínicas que realizam o procedimento: a Clínica Schweitzer, Real Pet, Duhan Tammys e Bicho Urbano.

A própria clínica agenda o procedimento com o tutor do animal a ser castrado. Atualmente mais de 400 famílias estão inscritas no programa para castrar seus pets.

Famílias que moram em zona rural devem buscar informação sobre castração de cães e gatos diretamente com o médico veterinário da Secretaria de Desenvolvimento Rural.

Por Dielin da Silva

 Fonte: OCP News (com informações da assessoria de imprensa) 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.