Em SC, mais de 70 pássaros silvestres são resgatados de rinha de canto

Em SC, mais de 70 pássaros silvestres são resgatados de rinha de canto

Uma operação conjunta da Polícia Militar Ambiental e da Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) resgatou mais de 70 pássaros silvestres que estavam sendo usados em rinha de canto, em uma associação recreativa de Gaspar, no Vale do Itajaí. A ação aconteceu no domingo (11), no bairro Arraial D’Ouro, após uma denúncia anônima.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, o local estaria sediando um evento de rinha de canto clandestina de pássaros da fauna silvestre brasileira, uma prática considerada crime ambiental. Ao chegarem no local, os policiais flagraram várias pessoas tentando fugir com os pássaros em gaiolas. Após a abordagem, foram identificadas 48 pessoas, das quais 33 foram responsabilizadas pelas irregularidades flagradas durante a fiscalização ambiental.

Entre os 77 pássaros nativos encontrados, estavam as espécies Coleirinha, Azulão, Trinca Ferro, Canário da Terra e Bico de Pimenta, que está ameaçada de extinção. Os pássaros foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Blumenau, onde passarão por avaliação veterinária e, posteriormente, serão soltos em áreas de preservação.

Os envolvidos no crime responderão pelas infrações indicadas no artigo 24 da Lei Federal n. 6514 de 2008, que prevê multa e detenção de seis meses a um ano para quem matar, perseguir, caçar, apanhar, coletar ou utilizar espécimes da fauna silvestre sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente.

A Polícia Militar Ambiental ressaltou que, além das irregularidades, esse tipo de evento está proibido em Santa Catarina para evitar a disseminação da gripe aviária, uma doença que pode afetar tanto os animais quanto os humanos.

Fonte: Hora Hiper

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.